Agricultores de RO se preparam para atender aumento da demanda do açaí

dez 4 • Agricultura e Pecuária • 1737 Visualizações • Nenhum comentário em Agricultores de RO se preparam para atender aumento da demanda do açaí

O preço do açaí em Porto Velho tem variado de R$ 7 a R$ 10. O aumento do valor não está justificado apenas pela entressafra, que vai de dezembro a março, mas pela demanda, que tem crescido, de acordo com o secretário Leonel Bertolin da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric).

“O açaí nativo, que a gente chama de açaí de várzea produzido no baixo madeira, está na fase de entressafra e a demanda dele é maior”, explica Leonel.

Agricultores de Porto Velho se uniram num projeto chamado Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado (Reca)para garantir exportação do produto.  O projeto beneficia mais de 400 mil quilos de açaí por mês. Com a proposta de fortalecer a agroindústria, cerca de um milhão de litros por mês deverão ser produzidos.

O distrito de Demarcação, no baixo madeira., deverá ser beneficiado pelo projeto em breve. A expectativa é a de que em dois meses o local receba a primeira fábrica de beneficiamento da fruta. “Vai melhorar 100%. A gente colhia pra consumir em casa e agora a gente vai fabricar para vender”, afirma Walter Rodruigues Sobrinho, presidente da associação dos moradores de Demarcação.

Wanderlei Queiroz, empresário do ramo de sorvetes, garante que o produto é um dos mais procurados e para isso precisa estocar a polpa da fruta em grande quantidade. “No período da safra a gente compra cerca de 50 toneladas e estoca para poder usar o ano inteiro”, explica Wanderlei.

No cardápio o açaí é servido em tigela batido, em forma de coquetéis. “De tudo que é jeito é bom; com farinha de tapioca, granola ou com frutas. Gosto muito”, conta o servidor público João Cordeiro.

 

Fonte:G1

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »