Feijão tem alta em todo país

mar 15 • Agricultura, Todas as Notícias • 143 Visualizações • Nenhum comentário em Feijão tem alta em todo país

Quem procura no mercado um dos principais ingredientes do tradicional ‘feijão com arroz’ tem percebido a alta nos preços. O feijão está mais caro em todo o país, e segundo o Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Rondônia (Unir), nos primeiros meses deste ano, só em Porto Velho o valor subiu mais de 60%. O motivo principal dessa subida está relacionado com a safra.

O aumento também foi comprovado pelo Instituto Brasileiro de Feijão (Ibrafe). A saca do feijão que era vendida por R$160 chegou a ser comercializada por R$ 410, mais que o dobro. E tudo isso porque a última safra teve redução de 20% em todo o país, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“O problema principal é o clima. O feijão é uma cultura altamente suscetível as variações climáticas e houve excesso de chuvas, principalmente na época da colheita em diversos estados produtores como São Paulo, Paraná e Mato Grosso. Isso fez com que a produção caísse 20% na primeira safra, que foi plantada em setembro e colhida nos meses de dezembro e janeiro”, explica Anderson Gomes, superintende da Conab.

Os comerciantes tiveram que repassar o aumento ao consumidor. O senhor Francisco Lima, que vende no Mercado Central em Porto Velho há 20 anos, conta que o valor cobrado no quilo do feijão costuma variar entre R$2 e R$3, mas que nos últimos meses precisou mudar. “Hoje eu vendo por R$7, R$8”, diz.

A expectativa da safra deste ano no estado é de 8,2 mil toneladas. O número representa um aumento de 2% na produção da segunda safra. Em Rondônia, a área plantada de feijão é de 9,4 mil hectares e a expectativa é manter essa área em 2019. “Esse feijão foi plantado no mês de fevereiro e deve ser colhido nos meses de maio e junho”, diz o superintendente da Conab.

Fonte>G1

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »