Lenha na Fogueira

nov 6 • Cultura • 2175 Visualizações • Nenhum comentário em Lenha na Fogueira

Lenha na Fogueira

 

Desde ontem Porto Velho está respirando cinema, pois está em pleno andamento do Festcineamazônia  Festival produzido e dirigido pelo casal Jurandir Costa e Fernanda Copanakis. A Mostra competitiva está acontecendo durante o dia todo no Teatro Banzeiros com entrada franca,

 

********

Este ano a direção do Festival convidou a atriz Cristina Lago para atuar como mestre cerimônia. Pra quem não sabe, Cristina saiu de Ouro Preto D’Oeste para atuar em grandes obras cinematográficas brasileiras como “Bruna Surfistinha”. “A Natureza não pode sair de cena”.

 

********

A atriz Cristiane Torloni também vem a Porto Velho, receber o troféu Mapinguari como homenageada do Festcine 2013 e o compositor e cantor Jorge Mautner será a atração musical do encerramento. Sem esquecer que no quadro Cinema e Samba será exibido o filme “Noel Rosa o Poeta da Vila”, parceria com a escola de samba Asfaltão que vai acontecer na Taba do Cacique amanhã dia 7.

 

*********

Por falar em Asfaltão, a disputa do samba enredo está super. acirrada. A festa vai acontecer no próximo sábado dia 9 no clube do Sindsef a partir das 16h00 com a participação de sete (7) composições, das seguintes parcerias: As Pastoras, Fina Batucada, Mávilo Melo & Misteira, Rudi Prado, Toninnho Tavernard & Marquinhos do Cavaco, Eduardo Tavernard & Anderson e o Trio de Ouro Bainha, Oscar e Zé Baixinho.

 

*********

A festa contará a animação do Grupo Só Bambas e o ingresso custa apenas R$ 10,00. A mesa do Júri foi escolhida pelos compositores caindo à escolha nos seguintes nomes: Beto Cezar, José Luiz Machado de Assis (Torrado), Walber Gomes, Padoca da Fina Flor do Samba, Sandro Sarara, Zezinho Maranhão e Elcio Marinho (carnavalesco).

 

********

 

Como estava dizendo, sábado durante a Roda de Samba do Beto Cezar no Mercado Cultural aconteceu uma espécie de prévia do samba enredo do Asfaltão com as parcerias presentes apresentando o Refrão de seus sambas.

 

********

Mesmo sendo um negócio apenas para divulgação, o “pau” quase comeu entre as parcerias, pois cada uma é claro, puxava a brasa para sua sardinha e saia proclamando que o público gostou mais do seu refrão o que era contestado pelas demais parcerias.

 

********

Entre os que tiveram coragem para mostrar o Refrão contamos como o Misteira o mais empolgado, Toninho Tavernard que aposta as fichas na parceria com o Adalto Magalha que ligou do Rio de Janeiro pedindo para tirarem o seu nome da parceria por problemas de contrato. Então o samba fica apenas com a assinatura do Toninho e do Marquinhos do Cavaco.

 

********

Depois dessa “caguetagem”, quem cantou o Refrão fora As Pastoras e para finalizar o primeiro round, a parceira Trio de Ouro se apresentou com o Bainha como sempre, criando caso com os músicos.

 

********

Deu pra sentir que a disputa não vai ser fácil na escola de samba Asfaltão, como as parceria podem modificar os sambas até o próximo dia 8, a diretoria da escola achou por bem não divulgar as letras dos sambas concorrentes. “Vai que algum resolva alterar a letra e a melodia” justiçou o presidente Makumbinha.

 

*******

O certo é que pelo menos a torcida organizado do Trio de Ouro comandada pelo Tatá já está se mobilizando, vi o ex- presidente da Fundação Iaripuna negociando preço de impressão de prospectos com a letra do samba do Trio, em uma gráfica da cidade.

 

********

As Pastoras, segundo dizem pelos bastidores, estão esperando um tal de “Negão” do Educandos quem vem de Manaus interpretar o samba delas.

 

*******

Quer dizer, a disputa na escola de samba Asfaltão vai ser o “Tigre!”

 

 

Por: Zekatraca

 

lenha01

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »