Monte Negro:Fazenda de ex-prefeito é invadida e funcionários são feitos reféns

jan 3 • Destaque • 686 Visualizações • Nenhum comentário em Monte Negro:Fazenda de ex-prefeito é invadida e funcionários são feitos reféns

Duas residências da propriedade em Monte Negro foram destruídas.
Suspeitos destruíram casas, ameaçaram funcionários e foram embora.

Fazenda de ex-prefeito é invadida e funcionários são feitos reféns, em RO
Duas residências da propriedade em Monte Negro foram destruídas.
Suspeitos destruíram casas, ameaçaram funcionários e foram embora.

Cerca de dez homens armados e encapuzados invadiram uma fazenda na Linha C-25, da BR-421, em Monte Negro (RO). Conforme a Polícia Militar, os funcionários foram feitos reféns, enquanto o grupo depredava e queimava casas. A propriedade pertence ao ex-prefeito do município Jair Miotto, pai do atual prefeito Junior Miotto, que não estavam no local no momento do ataque.
De acordo com o boletim de ocorrência, durante o ataque, um cachorro da fazenda foi morto a tiros. As vítimas contaram à polícia que um dos suspeitos foi baleado por um tiro acidental disparado por um comparsa, mas foi levado do local após o ataque.
Uma equipe do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da PM foi até a propriedade verificar a denúncias de danos causados por criminosos. Ao chegar à fazenda, um dos funcionários relatou que por volta das 22h, os homens armados com espingardas e revólveres invadiram o local. Os criminosos teriam efetuado diversos disparos contra uma das casas que fica na fazenda. Eles teriam exigido que as pessoas saíssem da propriedade em poucos dias.
Os suspeitos colocaram fogo em duas casas, depredaram móveis e tentaram incendiar uma terceira residência. De acordo com a PM, não há registro de homem ferido a bala nos hospitais da região. Até o momento nenhum dos suspeitos foi identificado.
O G1 tentou contato com o ex-prefeito Jair Miotto, para comentar o ataque à sua propriedade, mas não obteve êxito.

 

Fonte:G1

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »