Rússia confirma que ato terrorista derrubou avião

nov 19 • Destaque • 481 Visualizações • Nenhum comentário em Rússia confirma que ato terrorista derrubou avião

Nesta terça-feira (17) o Serviço de Segurança Federal da Rússia (FSB) afirmou que a queda do avião russo sobre o Sinai, no Egito, foi resultado de um ato terrorista.

O avião com 224 pessoas a bordo explodiu e a FSB chegou à conclusão de que havia uma bomba a bordo, pois no meio dos destroços foram encontrados traços de explosivos.

O presidente russo, Vladimir Putin, confirmou as descobertas do FSB e prometeu encontrar os responsáveis. “Durante o voo, foi ativado um artefato explosivo de fabricação caseira com potência equivalente a um quilo de TNT”.

A aeronave saía do litoral do Egito com destino a São Petersburgo, na Rússia, no dia 31 de outubro, mas pouco depois de decolar o avião caiu sem deixar nenhum sobrevivente.

“Podemos dizer inequivocamente que foi um ato terrorista”, disse o diretor do FSB, Alexander Bortnikov. “De acordo com uma análise feita pelos nossos especialistas, uma bomba caseira contendo até um quilo de TNT explodiu durante o voo, levando-o a partir-se em pleno ar, o que explica o fato de a fuselagem estar espalhada por uma distância tão grande”.

O Estado Islâmico (EI) reivindicou a queda, mas não deu detalhes de como agiu para derrubar a aeronave. A Rússia vai intensificar os ataques aéreos contra militantes islâmicos na Síria.

“O trabalho de nossa aviação de guerra na Síria não só deve continuar, deve se intensificar de tal modo que os criminosos entendam que a vingança é inevitável”, disse Putin.

Mas as investigações russas levaram à prisão de 16 pessoas, incluindo dois funcionários do aeroporto de Sharm al-Sheikh, eles são suspeitos de participarem da queda do avião. Com informações

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »