Ariquemense consegue efeito suspensivo, e Renan deve voltar diante do Vasco

set 29 • Esportes • 904 Visualizações • Nenhum comentário em Ariquemense consegue efeito suspensivo, e Renan deve voltar diante do Vasco

O Avaí ganhou um reforço dentro do próprio elenco. O volante Renan, que recém completou 18 anos, teve efeito suspensivo concedido da pena de 90 dias imposta pelo STJD após antidoping. O jogador foi pego no exame no dia 3 de junho, na partida contra o Atlético-MG, por uso de um termogênico, e fica à disposição do técnico Gilson Kleina.
Renan agora aguarda um novo julgamento no Pleno do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) – última instância –, ainda sem data marcada. No recurso, a procuradoria pediu aumento de pena para ao menos dois anos, e o Avaí tenta trabalhar pela absolvição do jogador.
Até lá, Renan pode ser utilizado normalmente. Como o efeito suspensivo foi concedido no fim da semana, o técnico Gilson Kleina ainda não vai utilizá-lo diante do Grêmio, mas planeja contar com o volante na próxima rodada, contra o Vasco, na Ressacada.

– Renan é um jogador que estava muito regular na equipe. E o mais importante é que ele tem a confiança de todos. Contra o Vasco vai ser um grande reforço, um garoto de potencial e pode ajudar – afirmou o treinador.
Renan não vinha treinando com o grupo e mantinha a forma em uma academia. Ele será reintegrado ao grupo na segunda-feira e vai disputar posição com Adriano, que conseguiu aumentar de rendimento com uma sequência de partidas.
– Todos os jogadores estão crescendo e temos que respeitar. A saída do Renan foi inesperada e por mais que ele esteja alguns dias sem trabalhar com o grupo, a qualidade dele vai entrosar, sem dúvidas – completou Kleina.

RELEMBRE O CASO

Titular absoluto do Avaí, Renan estava escalado para enfrentar o Fluminense no dia 8 de agosto, na Ressacada, mas foi desfalque de última hora. O Leão foi notificado que o atleta, menor de idade à época, havia sido pego no exame antidoping. O atleta precisou cumprir 30 dias de suspensão automática.
No dia 9 de setembro, Renan foi a julgamento na 3ª Comissão Disciplinar do STJD e teve pena aplicada de 90 dias (cumpriu 50). Desde então, o Avaí trabalhava para buscar um efeito suspensivo. Com a liberação, o jogador fica disponível até um novo parecer do tribunal – desta vez em definitivo –, sem data marcada, mas que deve acontecer no período de um mês.

 

Fonte:Plantão esportivo

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »