Após ver filha sendo agredida pai “perde a cabeça”e decepa mão de empresário; que acabou morrendo logo em seguida

fev 15 • Geral, Todas as Notícias • 43 Visualizações • Nenhum comentário em Após ver filha sendo agredida pai “perde a cabeça”e decepa mão de empresário; que acabou morrendo logo em seguida

Portal de Notícias e Eventos

BRASIL

fevereiro 14, 2020Admin

O empresário e fazendeiro Faisal Ibrahaim Abdularhnan Younes, de 49 anos, conhecido como “Árabe”, foi assassinado pelo sogro após, supostamente ter agredido sua esposa, na manhã desta quarta-feira (12), no bairro ZH, em Matupá (695 km de Cuiabá).

De acordo com a ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender um atropelamento na Rua 7, entretanto, ao chegar o local encontraram do empresário caído no chão com a mão direita decepada e ferimentos pelo corpo.

VEJA+ ATOS OFICIAIS E EXTRAOFICIAIS DA 39ª SESSÃO ORDINÁRIA DA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 9ª LEGISLATURA, REALIZADA EM 09/12/2019

VEJA+ Rondônia: Iperon alerta aposentados e pensionistas sobre golpe

As testemunhas informaram que não se tratava de um atropelamento e que o caso era um homicídio provocado pelo pai da esposa do fazendeiro, que teria foragido do local. O sogro teria usado um facão para matar o genro.

Faisal e a esposa tiveram uma discussão na noite anterior (11), que terminou com a mulher agredida. Diante disso, ela foi para a casa dos pais. O filho do casal ficou com o pai e durante a madrugada passou mal.

Os pais levaram o menino para o hospital e no local voltaram a discutir, havendo novas agressões à vítima. A mulher ligou para que o pai fosse buscá-la e deixou a unidade de saúde, encontrando o pai próximo à Escola Antônio Ometto.

Em seguida, pai e filha foram buscar o neto na casa do acusado. Na residência, o casal voltou a discutir e o empresário teria partido para agressão física novamente. Diante da cena, o acusado perdeu a cabeça e começou a discutir com o genro, em seguida, o assassinou.

O pai da vítima foragiu do local. Já a esposa de Faisal foi encaminhada para prestar depoimento na Delegacia de Polícia.

A delegada do município informou que as diligências estão sendo feitas para localizar o acusado.

Denuncie

A Secretaria Nacional de Políticas oferta, desde 2005, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, no disque 180, para denúncias de violência contra mulher amparadas na Lei Maria da Penha.

É um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial (preserva o anonimato). O Ligue 180 tem como objetivo receber as queixas, orientar as vítimas, acionar a Segurança Pública e, se necessário, as encaminhar para outros serviços.

Fonte Reporter MT

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »