Campo Novo: Prefeito e vice recebe governador em vistoria dos 25 quilômetros de pavimentação asfáltica da BR 421 que liga o município

jan 17 • Geral • 821 Visualizações • Nenhum comentário em Campo Novo: Prefeito e vice recebe governador em vistoria dos 25 quilômetros de pavimentação asfáltica da BR 421 que liga o município

O prefeito de Campo Novo, Oscimar Ferreira (SD) e sua vice Valdenice Ferreira (PT) recebeu na  ultima semana o governador Confúcio Moura, na vistoria da construção dos 25 quilômetros de asfalto da BR 421,que dar acesso ao município de Campo Novo, que de acordo o executivo municipal a obra ficará  gravada para sempre na memória, se tornando um “marco” na história do município, obra esta no valor de quase R$ 50 milhões.

Oscimar citou as dificuldades enfrentadas por alunos que tem que cursar o ensino superior em outros municípios, aos que precisam buscar atendimentos médicos na capital e os agricultores na escoação de seus produtos.

O prefeito destacou a importância da obra, e afirmou que, o tão sonhado asfalto se torna realidade para os que trafegam pelo local, principalmente para a população de Campo Novo.

“Graças ao empenho do governador Confúcio, todo este sofrimento está chegando ao fim, em breve vamos comemorar o termino desta relevante obra com festa ” afirmou o prefeito.

Durante a inspeção, o chefe do executivo estadual avaliou o trecho como um dos mais complicados do estado, devido à região ser tomada por rochas e montanhas, e com isso dificulta a mão de obra dos profissionais, podendo levar mais tempo para a execução dos serviços.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER),Ezequiel Neiva explicou que o projeto dos 25 quilômetros do asfaltamento para Campo Novo foi dividido em dois lotes, cada um com 12,5 quilômetros, sendo o primeiro executado pela empresa Macofer. Ressaltou que há pontos tão complicados para execução que apenas um quilômetro chegará ao custo de aproximadamente R$ 3 milhões, enquanto num trecho sem explosões e serras o custo estimado é de R$ 1 milhão  o quilômetro. A estimativa é que até o final de 2017 a obra chegue a  pelo menos 80% de conclusão.

 

Por: Marcos Neris/ Rondônia Manchete

Nilson Nascimento/Secom/Governo de Rondônia

 

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »