CUJUBIM: Médico Dr. Mauro Arantes não resiste ao ferimento e vem a óbito

abr 13 • Geral • 1096 Visualizações • Nenhum comentário em CUJUBIM: Médico Dr. Mauro Arantes não resiste ao ferimento e vem a óbito

O Médico Dr. Mauro Arantes não resistiu ao ferimento e veio a óbito aos 17 minutos já de quarta-feira, 13/04, na sala de cirurgia do Hospital Regional em Ariquemes, após uma parada cardiorrespiratória. Todos os procedimentos possíveis foram executados desde o momento do fato, por volta das 20h30m, contudo, apesar dos esforços em conjunto das equipes médicas do pronto socorro de Cujubim, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Hospital Regional de Ariquemes, não foram suficientes para reverter o quadro clinico ocasionado pelo ferimento à bala na região do peito, onde o projetil ficou alojado à centímetros do coração. As informações ainda desencontradas dão conta que no início da noite desta terça-feira, 12/04, o médico teria sido alvejado com o disparo após ter reagido a um roubo quando estava em frente à sua Clínica no município de Cujubim. Uma Unidade de Saúde local foi acionada e prestou os primeiros socorros ao médico e em seguida partiu para Ariquemes, de onde vinha de encontro a Unidade de Saúde Avançada (USA) do SAMU com uma equipe médica ao comando da Dra. Edinéia. Aproximadamente às 23h20m a USA deu entrada no Hospital Regional de Ariquemes, onde já aguardavam dois cirurgiões e uma equipe toda mobilizada. Cogitou-se a possibilidade da remoção à Capital Porto Velho através do serviço aeromédico do Grupo de Operações Aéreas (GOA) ou aeronave do Corpo de Bombeiros (COBOM), contudo, devido ser período noturno foi descartada a possibilidade diante ao fato de o aeroporto de Ariquemes não oferecer suporte a pousos noturnos. A primeira informação da equipe médica que recebeu Dr. Mauro no pronto socorro do Hospital Regional chegou a divulgar para a equipe de reportagem do site Ariquemes190 e Canal 35 que o estado era gravíssimo e somente um milagre poderia reverter o quadro clinico. A Polícia já mobilizou uma equipe de investigadores no intuito de capturar e colocar atrás das grades o algoz, autor do disparo. Colegas de profissão da área médica decretaram três dias de luto pela morte do amigo.

 

FONTE: ARIQUEMES190.COM.BR

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »