Mãe de Tainá reconhece calcinha e batom que foram encontrados dentro de casa abandonada

nov 9 • Geral, Polícia, Todas as Notícias • 251 Visualizações • Nenhum comentário em Mãe de Tainá reconhece calcinha e batom que foram encontrados dentro de casa abandonada

Após receber uma denuncia na tarde da quarta-feira (08) de um possível paradeiro de Tainá Carina de Lima Mendonça de 21 anos, uma guarnição da Polícia Militar em Monte Negro se deslocou até uma casa de madeira abandonada que fica no setor industrial, próximo a uma balança. No local, os militares encontraram vários vestígios de que alguém estava sendo mantido naquela casa. A área foi isolada e a pericia técnica da Polícia Civil foi acionada para periciar o local.

De acordo com informações obtidas junto a PM, a mãe de Tainá, Maria das Graças Mendonça acompanhou os trabalhos da polícia e alguns objetos que foram encontrados na casa, como calcinha e um batom foram reconhecidos pela mãe de que era de Tainá. Todo o material foi apreendido pelas autoridades para análises.

Ainda de acordo com a PM, ao chegar ao local os militares encontraram uma cama sem colchão, uma corda amarrada em uma pedra, um batom e uma calcinha jogada pelo chão da casa. Outros objetos como plásticos de bolacha, leite e uma cartela de remédio vazio também foram encontrados.

Apesar da mãe chegar a afirmar que alguns dos objetos pertencem a sua filha que completa hoje 13 dias que está desaparecida, a polícia ainda não tem pistas de seu paradeiro.

Entenda o caso

Tainá Carina de Lima Mendonça de 21 anos, que está grávida de oito meses de seu segundo filho, desapareceu no último dia 27 de outubro quando saiu para cobrar pensão do ex-marido, e desde então não voltou mais para casa. Apenas uma moto em que ele utilizou para ir atrás do ex-marido foi localizada pelas autoridades numa estrada vicinal próximo a cidade.

+ + Sargento Carlos apóia manifestações em Monte Negro e dá “bronca” em quem está dizendo que a polícia não está trabalhando

A polícia, familiares e amigos chegaram a realizar várias buscas pela região onde a sua motocicleta foi encontrada, mas sem sinais da Jovem.

O ex-marido e o principal suspeito pelo sumiço da jovem chegou a ser ouvido pela polícia, mas acabou sendo liberado após prestar depoimento.

+ + Sumiço da jovem Taina: Principal linha de investigação da Polícia Civil aponta para homicídio e aborto

Ainda de acordo com a mãe, Tainá que está gravida tinha previsão de ter o seu segundo filho no próximo dia 14 de novembro.

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Rondônia Manchete
www.rondoniamanchete.com.br