Coloradense precisa de sangue raro, mas hemocentro não abre de tarde

dez 4 • Notícias • 815 Visualizações • Nenhum comentário em Coloradense precisa de sangue raro, mas hemocentro não abre de tarde

A coloradense Patrícia Melo, que sofreu um grave acidente de moto na noite desta segunda-feira, em Colorado do Oeste, ao perder o controle de direção ao passar por um quebra-molas recém instalado, está em estado grave na UTI de Vilhena. Ela necessita de sangue “O negativo”, o qual o hemocentro municipal não possui estoque, um jornalista que possui este tipo de sangue raro, que foi doar seu sangue a outro paciente grave por volta as 12h45 desta terça-feira, 03 de dezembro, encontro o hemocentro fechado e foi comunicado pelo segurança do local, que o mesmo só reabriria amanhã às 7h00. Pelo menos duas pessoas já se dispuseram a doar sangue em prol dos dois pacientes, mas como o hemocentro não está aberto, não existe como realizar a doação hoje. Até lá os dois pacientes não poderão receber o sangue do qual necessitam. Uma parente do outro paciente que necessita de sangue O negativo, pois fez uma cirurgia na perna, confirmou a informação de que Patrícia estava viva até às 12h30, mas em estado grave, e precisando de sangue, que só virá na manhã de quarta-feira. Somente 4% da população brasileira possui o sangue O negativo, junto com o AB negativo são considerados os mais raros. O VILHENA NOTÍCIAS tentou contato telefônico com o hemocentro e seus responsáveis, mas nenhuma ligação teve retorno.

 

Fonte:Vilhena Noticias

 

 

 

patricia01

 

 

 

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »