CRIANÇA DE 4 ANOS É DEGOLADA PELA MÃE, QUE TENTA COMETER SUICÍDIO EM SEGUIDA NO AM

out 21 • Notícias • 2390 Visualizações • Nenhum comentário em CRIANÇA DE 4 ANOS É DEGOLADA PELA MÃE, QUE TENTA COMETER SUICÍDIO EM SEGUIDA NO AM

 

Uma criança de 4 anos morreu após ser degolada pela própria mãe no município de Lábrea (distante 851 quilômetros de Manaus) na manhã desta terça-feira (21). Segundo a polícia, a mulher, identificada como Vanuza Nascimento da Silva, 25, tinha problemas psicológicos e já havia anunciado que pretendia executar a menina. A mãe foi internada após ter tentado cometer suicídio.

Segundo o delegado titular da 6ª Delegacia Interativa de Lábrea, Bruno Hitotuzi, Vanuza havia dito para familiares nesta segunda-feira (20) que iria matar a criança. “Ela avisou aos parentes e chegou a receber atendimento de um psicólogo da Prefeitura, porém, na manhã de hoje, consumou o ato”, informou.

O crime foi descoberto após um tio da vítima perceber que mãe e filha não saíam de casa. Na ocasião, ele arrombou a porta da residência e encontrou as duas. A menina foi encontrada pelo tio de barriga pra cima sobre uma cama, já morta. A polícia foi acionada.

 

Ainda segundo o delegado, a suspeita morava com um namorado e a criança. A polícia informou que o homem estava viajando no momento do crime. Após degolar a menina com uma faca, a mãe tentou cometer suicídio cortando o pescoço. “Ela cortou a região da traquéia e acabou sobrevivendo. A PM chegou neste momento e ela foi levada com vida para uma unidade, onde foi hospitalizada”, informou Hitotuzi.

No momento da entrevista com ACRITICA, o delegado informou que a mãe havia sido liberada do hospital. Hitotuzi ainda disse a diligência está em andamento e não há informações sobre qual o procedimento a ser adotado com a suspeita. A Polícia Civil informou que investigará a participação de uma terceira pessoa no crime, tendo em vista que a mãe foi encontrada com hematomas.

O caso será acompanhado pela Delegacia de Lábrea.

Fotos: Whatsapp

CRIANÇA01

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »