Expedito Junior ouve clamor dos moradores da Flona Bom Futuro

out 15 • Notícias • 1881 Visualizações • Nenhum comentário em Expedito Junior ouve clamor dos moradores da Flona Bom Futuro

Criada em 1988, com 271 mil hectares de área a cerca de 200 km da capital, a “Floresta Nacional Bom Futuro” começou a ser ocupada a partir de 1995, com a instalação na região de dois assentamentos do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), hoje a população do ultrapassa 15 mil pessoas em toda a Flona. Na manhã do ultimo sábado (12), o Presidente estadual do PSDB, Expedito Junior, visitou os moradores da localidade que estão a mercê de atenção por parte do Governo do Estado. Expedito foi acompanhado do vereador do município de Alto Paraíso, Marcos Frôes.

O presidente do PSDB disse que atender um convide de um vereador é ouvir o clamor da comunidade, Expedito disse que está disposto a batalhar pelo direito dos moradores daquela localidade, direitos de serrem reconhecidos como cidadãos Rondoniense, iguais aos direitos dos demais. Expedito ouviu dos moradores de vários assentamentos ao longo da Flona, a precariedade que passam e as dificuldades que atravessam para sobreviver no meio da mata fechada. “Quando representei Rondônia no Senado Federal, em 2009, fiz apelo na tribuna do senado ao Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, pedi a ele que tivesse “bom senso” na retirada dos posseiros da Floresta Nacional de Bom Futuro. Naquela época eram quase 10 mil pessoas, três mil famílias que viviam na área e que uma ocupação em massa haveria “derramamento de sangue” se a saída não for negociada”. Lembrou Expedito aos moradores da Flona.

 

O Senhor Aparecido Antônio, morador da Flona, disse ao presidente do PSDB, que estão ilhados, e que a única saída segura é para o municípios de Buritis, pois a ponte que liga à Alto Paraíso está condenada pelo Corpo de Bombeiros. “Sentimos muita falta da presença do Governo do Estado em nossa comunidade e assentamento, essa presença, poderia resolver diversos problemas que estamos arrastando à décadas, pois Saúde, Educação, Obras e Agricultura, não existe nada de aplicação do estado onde moramos, e isso desanima nós Rondoniense, sabemos que o Estado pode ajudar o povo carente dessa localidade”, desabafou. Expedito Júnior defende a permanência das famílias no local, observando que já estão instaladas, abriram estradas e construíram vilas, escolas, igrejas e postos de saúde em uma parte da reserva.

 

Na opinião do presidente do PSDB, erraram os governos que permitiram a invasão à floresta, mas também vai errar quem tentar retirar o povo sem negociar uma saída que agrade a todos e que permita aos cidadãos do local sustentarem as famílias e está errando repetidamente o Governo que não manda Saúde, Estradas, Educação, Agricultura, Serviço Social e Segurança aos moradores daquela localidade. Expedito visitou o Assentamento Renascer, onde famílias retiradas da Flona estão buscando uma forma de sobrevivência.

 

Mateus Andrade

 

expedito01

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »