Greve dos bancários começa nesta terça em todo o país

set 29 • Notícias • 1650 Visualizações • Nenhum comentário em Greve dos bancários começa nesta terça em todo o país

A greve nacional dos bancários começa a zero hora de amanhã, terça-feira, 30 de setembro, em todo o país. Em Rondônia a previsão é que já no primeiro dia da paralisação a maior parte das mais de 160 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados do Estado amanheça com as portas fechadas, especialmente na capital, onde se encontram 34 unidades.

A concentração da greve vai ser nas agências do Centro de Porto Velho, principalmente na agência Madeira-Mamoré da Caixa Econômica Federal (avenida Carlos Gomes), a maior do Estado.

“E mais uma vez os bancos, com sua intransigência em não atender às reivindicações, empurram os trabalhadores para a greve. No dia 19 a Fenaban apresentou ao Comando Nacional dos Bancários, em São Paulo, o reajuste de 7% para salários, vales e auxílios e, para o piso, recomposição seria de 7,5%. Como a proposta foi considerada insuficiente, os bancários conclamaram a greve nacional nas assembleias gerais e, já com isso, a Fenaban convocou, no dia seguinte, uma nova rodada de negociação, realizada no último sábado (26) e ofereceram um novo índice, sendo 7,35para salários, vales e auxílios e de 8% para o piso, ainda bem abaixo dos 12,5% que reivindicamos. Ou seja, ainda permanece essa postura dos bancos em não querer valorizar seus empregados, pois sabemos que eles podem sim oferecer índices mais decentes e justos. Os seis maiores bancos tiveram lucro líquido de R$ 28,5 bilhões somente no primeiro semestre deste ano graças, em grande parte, ao empenho e à produtividade dos bancários”, explica José Pinheiro, presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO).

As principais reivindicações dos bancários

* Reajuste salarial de 12,5%.

* PLR: três salários mais parcela adicional de R$ 6.247.

* 14º salário.

* Vales alimentação, refeição, cesta-alimentação, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês (salário mínimo nacional).

* Gratificação de caixa: R$ 1.042,74.

* Gratificação de função: 70% do salário do cargo efetivo.

* Vale-cultura: R$ 112,50 para todos.

* Fim das metas abusivas.

* Combate ao assédio moral.

* Isonomia de direitos para afastados por motivo de saúde.

* Manutenção dos planos de saúde na aposentadoria.

* Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas como determina a Convenção 158 da OIT, aumento da inclusão bancária e combate às terceirizações.

* Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.

* Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

* Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.

* Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissionalde mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Fonte:Tudo Rondônia

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »