Ji-Paraná:Mulher de 19 anos é presa e confessa ter matado marido

nov 19 • Polícia02 • 1584 Visualizações • Nenhum comentário em Ji-Paraná:Mulher de 19 anos é presa e confessa ter matado marido

Cleidiane Almeida das Mercedes, de 19 anos, foi presa por policiais do Serviço de Investigação de Captura do 2º DP, em Ji-Paraná, região Central de Rondônia, na tarde de terça-feira (15), suspeita do assassinato de José Roberto Martins. O corpo da vítima foi encontrado no sábado (12), em uma residência na Rua T-15, bairro Val Paraíso no 2º Distrito do município. A mulher disse não se arrepender do crime.

De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido na quinta-feira (10), e Cleidiane alegou ter matado José Roberto devido as ameaças que vinha recebendo desde que anunciouo término do relacionamento.

A suspeita foi localizada em um hotel próximo a rodoviária de Ji-Paraná e estaria premeditando fugir para Alta Floresta. Durante revista suas bagagens, a polícia encontrou drogas (cocaína) e um notebook. Ela ainda levou os policiais até onde teria escondido a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38 com duas munições deflagradas. Cleidiane recebeu voz de prisão e foi conduzida até a delegacia.

O crime
José Roberto Martins foi morto com dois tiros. Segundo a Polícia Militar (PM), no sábado (12), os vizinhos acionaram a guarnição após perceberem um forte mau cheiro vindo da casa do vizinho e por perceberem que ele estava desaparecido há cerca de três dias. O corpo da vítima foi encontrado enrolado em um cobertor.

Segundo uma testemunha, na noite de quinta-feira (10), duas mulheres saíram da casa da vítima, sendo que uma portava duas malas de viagem. Também foi dito a polícia que nesse mesmo dia ouviu-se barulhos semelhantes a tiros e, em seguida, alguém pedindo socorro. Outros relatos afirmam que a casa era frequentada por muitos usuários de drogas e os vizinhos acreditavam que a vítima comercializava entorpecentes.

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »