Vítimas de chacina eram do Mato Grosso e foram à Vilhena para pescar

maio 2 • Polícia02, Todas as Notícias • 508 Visualizações • Nenhum comentário em Vítimas de chacina eram do Mato Grosso e foram à Vilhena para pescar

Os corpos foram encontrados queimados pela PM no sábado (29) nas proximidades da fazenda Vilhena, linha 90 Gleba Corumbiara, a 70 quilômetros de Vilhena.
O primeiro corpo identificado foi de Valdinei Assis da Silva, 35 anos. Os parentes informaram aos investigadores que ele havia saído com a camionete Ford Ranger de placas NCR-7151/Vilhena para ir pescar nas proximidades ainda na sexta-feira, 28 de abril, e que não mais havia retornado.

Com a identificação de Valdinei, os policiais seguiram com os trabalhos e foi através de informações das redes sociais que descobriram que as outras duas vítimas seriam Yure Silva, 24 anos, e Geovane Alves de Jesus, 32 anos, moradores de Pontes e Lacerda, no estado do Mato Grosso.

As duas vítimas estiveram em Vilhena, onde, juntamente com Valdinei se dirigiram para a área rural da cidade, onde planejavam pescar. Eles podem ter sido confundidos e acabaram sendo mortos.

A fazenda Vilhena é marcada por conflitos agrários e inclusive, no ano de 2.015 foi registrado uma chacina que vitimou cinco pessoas. Desde então, às áreas que compreendem a fazenda são alvos de sem terras armados, que promovem verdadeiros banhos de sangue ao roubar terras alheias.

As investigações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do Serviço de Investigação e Captura (Sevic) trabalham com várias hipóteses, mas as principais levam aos conflitos agrários existentes na região. Acredita-se que as vítimas possas ter sido confundidas com fazendeiros e por isso acabaram mortas, no entanto, as investigações continuam.

Fonte:Rondôniagora

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »