Avô de crianças conta como neta mais velha salvou irmã de carro em chamas

nov 2 • Polícia, Todas as Notícias • 90 Visualizações • Nenhum comentário em Avô de crianças conta como neta mais velha salvou irmã de carro em chamas

O avô materno das duas meninas, de 5 e 7 anos, encontradas nuas e queimadas no domingo (29) em uma estrada na Zona Rural de Rolim de Moura, contou que a neta mais velha teve que tirar a irmã quase inconsciente do carro em chamas. As duas foram agredidas com socos e queimadas vivas, e o principal suspeito é o padrasto delas, que foi encontrado morto. A mãe das meninas também foi encontrada asfixiada na casa vizinha em que morava na cidade de Santa Luzia do Oeste.

José Alves é pai de Selma Alves, mãe das duas meninas. Ele diz que a neta mais velha relatou como o crime ocorreu, apesar de seguir internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Cosme e Damião, em Porto Velho, junto com a irmã. As duas estão estáveis, mas ainda correm riscos, de acordo com o médico.

Segundo o avô, as duas foram agredidas pelo padrasto depois dele ter matado por asfixia, com um lençol, a mãe delas. Depois de cometer o homicídio, o funcionário público Idair dos Reis Maria, de 44 anos, teria colocado as duas meninas no carro, levando-as para um local afastado.

Depois de estacionar o carro, ele torturou as irmãs. A mais velha teve fraturas no crânio e a mais nova teve os dentes quebrados com o impacto das pancadas. Após a agressão, o suspeito teria saído do carro, trancado as meninas lá dentro e ateado fogo no tanque de gasolina.

A menina mais velha, de sete anos, foi a primeira a perceber o que estava acontecendo. Ela conseguiu destravar a porta e arrastar a irmã de cinco anos, ainda meio inconsciente com as pancadas, para fora do carro. As duas tiveram queimaduras de segundo e terceiro graus, principalmente nos braços, rostos e abdômen, tendo de 30 a 35% dos corpos queimados.

Ao conseguirem sair do carro, segundo o avô, a mais velha teria dito para elas correrem e se esconderem. Foi quando encontraram um riacho a cerca de 700 metros do carro e entraram dentro da água, onde passaram toda a noite e foram encontradas no dia seguinte.

De acordo com José Alves, a filha namorava há cerca de dez meses com Idair, e que nas poucas vezes em que o teria visto, ele tratava a filha e as netas bem, sem apresentar comportamento agressivo.

ENTENDA O CASO

Duas irmãs, com idades entre 5 e 7 anos, foram encontradas nuas, com ferimentos e queimaduras graves pelo corpo na manhã de domingo (29). As crianças estavam próximas de uma represa na Zona Rural de Rolim de Moura, na Zona da Mata. As meninas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros.

Na segunda-feira (30), a mãe das meninas foi encontrada morta no fim da tarde em uma casa vizinha à residência em que a família morava, em Santa Luzia do Oeste.

Idair dos Reis Maria foi encontrado morto dentro de uma mata na terça-feira (31) em Rolim de Moura. Conforme a Polícia Civil e Polícia Militar, o corpo do homem estava em avançado estado de decomposição, com o pênis exposto e sem um dos olhos.

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Rondônia Manchete
www.rondoniamanchete.com.br