Dois Irmãos trocam tiros e se matam por causa de dinheiro em Zona Rural de Nova Mamoré

maio 25 • Polícia • 2718 Visualizações • Nenhum comentário em Dois Irmãos trocam tiros e se matam por causa de dinheiro em Zona Rural de Nova Mamoré

O caso de duplo homicídio que chocou vizinhos, familiares e amigos,  ocorreu por volta das 17h30min de ontem, 23 de maio, no cruzamento  da Linha 21  com a 3ª Linha do Ribeirão, na zona rural do município de Nova Mamoré. Cecília Turani de Abreu, 79 anos, mãe das vítimas, e Marineuza Fonseca Pereira, 21 anos, esposa de uma das vítimas, presenciaram uma violenta briga em família que resultou na morte de dois irmãos, Giusmar de Abreu, 41 anos e Osmar de Abreu, 54 anos.

Mãe e esposa disseram aos agentes policias que estavam em casa juntamente com Giusmar, esposo de Marineuza, que estava no quarto, quando  perceberam a chegada de  Osmar e seus dois filhos. Osmar perguntou à cunhada onde estava seu irmão, Giusmar.   Marineuza respondeu que o esposo estava no quarto embalando a filha

Violentamente, Osmar e os filhos, Vagner Fernandes de Abreu, 21 anos, e Maurilho Fernandes de Abreu, 22 anos, com armas em punho entraram na residência indo em direção ao quarto onde estava Giusmar e a pequena filha.

Giusmar percebendo o perigo,  passou a mão em um rifle calibre 22 e iniciou uma intensa troca de tiros com o irmão e sobrinhos. Giusmar foi atingido por um disparo em seu braço direito e outro,  em seu peito, vindo a falecer minutos depois. Osmar, também foi atingido por um disparo. Ferido, correu para fora da residência do irmão, vindo a falecer no quintal.

Vagner e Maurilho, ao perceberem o tamanho da tragédia familiar, empreenderam fuga, tomando rumo  ignorado. Marineuza e a mãe das vítimas, Cecília Turani, informaram ainda que  na fuga,  Vagner e Maurilho levaram uma pistola calibre 380.  A perícia compareceu ao local e apreendeu três armas envolvidas no duplo homicídio, uma espingarda calibre 12, cano serrado, um revólver calibre 38 e um rifle calibre 22.

Após a perícia, os corpos das vítimas foram removidos para o necrotério da Unidade Mista Antônio Luís de Macedo, onde foram examinados pelo médico legista de plantão. As armas foram entregues na DPC local. Os agentes policiais continuam investigando o caso.

Conforme informações dos agentes policias que atenderam  a diligência, o duplo homicídio ocorreu em decorrência de um desentendimento  por causa de uma dívida de R$ 700, 00 reais, envolvendo a compra de uma vaca.

Fonte: Portal Mamoré

Fotos: Virtual Mamoré

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »