Ex-professor do IFRO é assassinado dentro de sua residência em Vilhena

abr 24 • Polícia • 2691 Visualizações • 2 comentários em Ex-professor do IFRO é assassinado dentro de sua residência em Vilhena

O contador e ex-professor do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), campus Vilhena,Jeremias dos Santos, de 28 anos, foi encontrado morto por volta das 17h00, desta sexta-feira, 24 de abril, dentro de sua Kitnet, localizada na avenida Antônio Quintino Gomes, no bairro Jardim América.

De acordo com informações da polícia, o ex-professor foi encontrado por um irmão com um lençol enrolado na cabeça. A perícia esteve no local e constatou que a vítima foi asfixiada e sofreu vários golpes na cabeça, o que provocou o esmagamento de parte do crânio.

Segundo um irmão da vítima, objetos como correntes de ouro, um aparelho de TV e o
automóvel, um Fiat Punto de cor branca que pertenciam a Jeremias, foram roubados. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), mas não descarta a possibilidade de crime passional.

“Há três dias meu irmão não mantinha mais contatos com a família. Nossa mãe, tinha uma cópia das chaves do apartamento dele, pois era ela que fazia a limpeza para o Jeremias. Ela entrou hoje em contato comigo para vir averiguar o que estava acontecendo e quando abri a porta me deparei com a tragédia. Meu irmão estava morto”, disse um irmão da vítima.

Uma vizinha da vítima, contou que viu o ex-professor pela última vez na terça-feira, 20. Informações ainda não confirmadas dão conta que, Jeremias estaria vivendo em companhia de um rapaz. Ele está sendo procurado para prestar depoimento e ajudar nas investigações.

Ex-professor do IFRO é assassinado dentro de sua residência em Vilhena
 

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 

 


Publicações Relacionadas

2 Responses to Ex-professor do IFRO é assassinado dentro de sua residência em Vilhena

  1. adegildo moreira lima disse:

    Vilhena hoje é uma das cidades mais violentas da regiao norte, de rondonia é a segunda,uma pena pois é uma cidade bonita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »