Homicidio:Suspeito de matar mulher em hotel de Jaru é preso em Machadinho, RO

jun 11 • Polícia • 1237 Visualizações • Nenhum comentário em Homicidio:Suspeito de matar mulher em hotel de Jaru é preso em Machadinho, RO

O suspeito de matar uma mulher de 49 anos, que foi encontrada num quarto de hotel em Jaru (RO), a cerca de 290 quilômetros de Porto Velho, foi preso na segunda-feira (8). A Polícia Militar deteve o homem, de 25 anos, em um hotel em Machadinho D’Oeste (RO). Ele confessou o crime, cometido no último dia 31 de maio.

Segundo o Setor de Investigação e Captura da Polícia Civil de Jaru (Sevic), o suspeito foi identificado após análises das câmeras de segurança do hotel. A prisão temporária foi expedida pela Justiça um dia após o homicídio. Uma denúncia anônima informou a localização do suspeito. Ele foi encontrado no hotel de Machadinho e levado para a delegacia do município.

A Polícia Civil de Jaru transferiu o homem para a cidade onde o crime foi cometido. Em depoimento, o suspeito confessou o homicídio, mas não informou a motivação do crime. Ele relatou aos policiais que tinha um relacionamento amoroso com a vítima e decidiu matar a mulher durante o banho. Ele contou que a atacou fisicamente e, em seguida, tentou sufocá-la com as mãos. Antes de sair, o homem ainda agrediu a mulher com os pés e a deixou desacordada, caída no chão.

O homem contou também que fugiu do local levando um celular da vítima e a quantia de R$ 11.600. Ele disse à polícia que gastou todo o dinheiro roubado. Conforme a Sevic, o laudo tanatoscópico, exame que aponta as causas da morte, deve ficar pronto em 20 dias.
Após ser ouvido, o homem foi encaminhado para a Casa de Detenção de Jaru, onde permanece à disposição da Justiça.

O caso
A mulher de 49 anos foi encontrada morta, no dia 31 de maio no quarto de um hotel, localizado na avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, em Jaru. Segundo a polícia, a vítima estava sem roupa no banheiro e com as mãos amarradas por uma camiseta. Ela apresentava lesões na cabeça. O corpo foi encontrado por uma camareira do estabelecimento.

Na época, o delegado Salomão de Matos informou que a mulher seria moradora de Porto Velho e teria ido até Jaru no dia 30 de maio para comprar um carro na companhia do suspeito preso pelo crime.

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »