Jovem pimentense é encontrada morta em Vilhena

dez 18 • Notícias, Polícia • 2108 Visualizações • Nenhum comentário em Jovem pimentense é encontrada morta em Vilhena

Policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em apoio a Polícia Civil do estado de Rondônia, prenderam nesta quarta-feira (18.12), três homens suspeitos de roubar e matar uma jovem de 26 anos, em Pimenta Bueno.

O corpo da jovem, Katia Maria Saldanha, 26, filha do empresário e presidente do Rotary Clube Francisco Lacerda Saldanha, foi encontrado em uma estrada, no município de Colorado D’Oeste, na manhã desta quarta-feira (18.12), depois da prisão dos suspeitos Rafael da Silva Costa, 21, Jânio dias de Oliveira, 32, o “Titela”, e Claudinei Alves de Freitas, 31, no bairro Tijucal, em Cuiabá, nesta madrugada, por policiais do GCCO e da Polícia Civil de Pimenta Bueno.

A jovem foi abordada na noite de segunda-feira (16), quando saia de uma igreja católica, em seu veículo Fox vermelho, placa NDY 0363, de Pimenta Bueno. Testemunhas disseram que viram a moça na igreja e depois ela desapareceu.

O delegado da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Flávio Henrique Stringueta, informou que a Polícia Civil de Pimenta Bueno pediu ajuda ao GCCO depois que descobriu que os suspeitos teriam vindo para Cuiabá. “Foi um trabalho conjunto. Havia informações dos nomes deles, pois são pessoas que moravam aqui e conhecidas lá. O GCCO tinha os possíveis endereços aqui, então fomos até a residência e realmente estavam lá”, explicou Stringueta.

O carro da vítima também foi encontrado na residência, que pertence à ex-mulher de Rafael da Silva, executor do roubo e da morte da jovem. O veículo foi apreendido e encontra-se no pátio da Diretoria Geral da Polícia Civil.

Em interrogatório, os suspeitos confessaram o crime e contaram que roubaram o carro para viajar para Cuiabá. Os três são naturais de Pimenta Bueno, e apenas Rafael morava em Cuiabá. Segundo o preso (Rafael), teria ido a passeio até Pimenta Bueno e queria voltar para Cuiabá, então planejou o roubo do automóvel. O suspeito convidou Claudinei para vir com ele, porém, como nenhum dos dois tinha carteira de habilitação chamaram Janio para dirigir o veículo. “Todos sabiam do roubo, mas só Rafael participou. Viu a moça saindo da igreja no carro e abordou”, disse o delegado Flávio Stringueta.

Em seguida, buscou Jânio em sua casa para ser o motorista durante a viagem. No entanto, quando entrou no veículo, Jânio percebeu que a moça era sua conhecida e após pegar Claudinei decidiram matar a vítima. No caminho, Claudinei desistiu e foi deixado no trevo entre Pimenta Bueno e Colorado D’Oeste. “Janio e Rafael seguiram adiante, 3 km da base da Polícia Militar, encostaram o carro na beira da estrada, e com toda frieza, Rafael mandou a vítima descer, a deixou andar 5 metros dentro do mato, puxou por trás e passou a faca no pescoço, quando ela caiu de frente para ele deu mais uma facada entre os seios”, detalhou Stringueta.

Os presos estão na Gerência Estadual de Polinter e serão transferidos para Pimenta Bueno, na sexta-feira (20).

Fonte: Polícia Civil do Mato Grosso

Autor: Polícia Civil do Mato Grosso

 

carro

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »