Pai de estudante vilhenense, morto na Bolívia, relata que jogo on-line provocou suicídio de seu filho

mar 24 • Polícia • 1164 Visualizações • Nenhum comentário em Pai de estudante vilhenense, morto na Bolívia, relata que jogo on-line provocou suicídio de seu filho

O pastor Antônio de Melo Neto, mais conhecido como Pastor Toninho da Igreja Batista Nacional participou de um culto, 8 dias após a morte de seu filho, Kelvim Melo, que estudava medicina na Bolívia, na cidade de Santa Cruz de la Sierra, onde relatou cartas encontradas no apartamento de filho.

Toninho disse que o game RuneScape teria sido o responsável por deixar a mente do jovem sob o domínio de “satanás”, o que teria feito o rapaz de 20 anos se suicidar no dia 12 de março.

O pai de Kelvim já teria conversado com o filho sobre o game, que pode ser jogado on-line e teria mais de 2 milhões de usuários pelo mundo, que segundo Toninho estariam passando pelo mesmo perigo que Kelvim.

“O jogo em dado momento dá a escolha da pessoa se suicidar e virar um personagem mais poderoso do jogo ou jogar uma fase por 24 horas sem parar”, disse o pastor, que recebeu informações sobre o caso de seu filho em Santa Cruz de La Sierra.

Ele ainda foi informado, por pessoas ligadas a sua comunidade religiosa em Santa Cruz, que na região outras duas pessoas teriam cometido suicídio em decorrência do game RuneScape. “Não brinquem com o ocultismo, isso levou o meu filho à morte”, disse o pastor em culto celebrado em Santa Cruz de La Sierra.

A polícia local ainda trabalha com a hipótese de assassinato por acerto de contas, contudo o pai de Kelvim descartar essa possibilidade, “Ele era um garoto maduro, se estivesse com problemas contaria para mim, nós éramos muito próximos”, finalizou.

Veja o vídeo em que o pastor relata as cartas de Kelvim e o que teria acontecido a seu filho:

suicidio

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »