PRESIDENTE MÉDICI – Mulher é presa logo após degolar aposentado de 90 anos de idade

nov 16 • Polícia • 1251 Visualizações • Nenhum comentário em PRESIDENTE MÉDICI – Mulher é presa logo após degolar aposentado de 90 anos de idade

O bárbaro crime aconteceu no final da tarde desta sexta-feira (14), em uma residência, localizada na Rua Padre Adolfo, próximo a BR 364, no município de Presidente Médici. A Polícia Militar agiu rápido e conseguiu prender a homicida ainda no local.

Segundo a Polícia, uma vizinha observou que uma mulher estava brigando com o idoso, dentro da casa, e resolveu ir lá para ver o que estava acontecendo. Ao bater palmas, a mulher, identificada como Eliane Bobyk de Oliveira, de 21 anos, abriu a porta e gritou que havia matado o dono da casa e que era para chamar a polícia.

Rapidamente, uma Guarnição de Rádio Patrulha se deslocou para o local e, ao entrar na casa, se deparou com o corpo do aposentado Manoel Palmeira Neto, de 90 anos, caído, todo ensanguentado, já sem sinais vitais. Ao lado do corpo, os PM’s encontraram um facão, que foi utilizado para degolar o idoso.

Diante da triste cena, Eliane Bobyk recebeu voz de prisão e foi conduzida para a Delegacia, onde foi apresentado a autoridade policial de plantão.

MATOU POR CAUSA DE R$ 700 REAIS

De acordo com o depoimento da homicida, no último dia 28, o aposentado lhe emprestou o cartão para que a mesma realizasse uma compra. Então, ela sacou o benefício no valor de R$ 700,00 e se deslocou até a cidade de Ji-Paraná, onde gastou todo o dinheiro em um supermercado. Eliane ainda contou que no outro dia, o aposentado foi até a sua casa alegando que a mesma havia furtado o cartão. Neste dia, eles discutiram e Manoel saiu do local dizendo que iria voltar para receber o dinheiro.

Depois desta conversa, o aposentado foi até a Delegacia de Polícia e registrou uma ocorrência de Furto. Nesta ocorrência, Manoel Palmeira alega ter sido vítima de furto e acusa a Eliane de ser a autora. Ele ainda narrou que Eliane subtraiu o cartão e fez o saque no Banco Bradesco sem o seu consentimento.

Nesta sexta-feira, dia 14, Eliane foi até a casa do aposentado e mandou que ele retirasse a ocorrência. Diante da recusa, os dois começaram uma briga, onde Eliane apossou-se de um facão e degolou o seu desafeto. Depois, Eliane usou um par de luvas e tentou lavar a casa. Como não conseguiu limpar o sangue, juntou todos os documentos da vítima na intenção de atear fogo em tudo. Porém o plano macabro foi impedido pela Polícia Militar, que chegou rápido no local.

Fonte: Comando190.com.br

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »