RESTOS MORTAIS DE ARTHUR PIETRO SÃO ENCONTRADOS; PAIS DA CRIANÇA CONFESSAM O CRIME

mar 27 • Notícias, Polícia • 1277 Visualizações • Nenhum comentário em RESTOS MORTAIS DE ARTHUR PIETRO SÃO ENCONTRADOS; PAIS DA CRIANÇA CONFESSAM O CRIME

Na tarde desta quinta-feira (27), a população de Rondônia ficou entristecida ao receber a notícia que todos já temiam, o garoto estava morto. O pai e a mãe de Arthur, confessaram o crime e foram presos por policiais da DCCV (Delegacia de Crimes Contra a Vida). Dezenas de campanhas em redes sociais, cartazes, fotos da criança e até passeata, foram realizados para divulgar o desaparecimento do menino.

No dia 02 de Agosto de 2013, Conceição de Maria Neves da Silva, mãe de Arthur Pietro Neves da Silva, de apenas três anos de idade, chegou em casa e perguntou ao então marido, Felipe Rogério Pinheiro, onde o garoto estava. Desconfiado, o homem disse que a criança havia saído para ir à uma festa infantil. Devido a demora em voltar para casa, a mãe do menino perguntou com veemência sobre onde ele estava. Sem saber o que fazer, Felipe acabou confessando que matou o garoto à pauladas e que o corpo estaria na cama, em um quarto da casa que raramente era utilizado.
Ao encontrar o filho morto, a mulher se desesperou e chorando, dizia que iria denunciar o marido para a polícia. Felipe disse que se a mulher abrisse a boca para contar o que aconteceu, ela teria o mesmo fim que seu filho, obrigando-a a encobrir o fato e dar um sumiço no corpo. Minutos depois, Conceição pediu a moto emprestada de uma amiga e ambos foram até um terreno baldio, localizado na Avenida Mamoré com BR 364. No local, Felipe colocou o corpo do filho em um buraco e em seguida cobriu, com grandes pedras. Durante o percurso da casa até o local da desova, a mãe carregou o corpo do filho no colo, enrolado em um lençol.
As investigações nunca pararam e na manhã desta quinta-feira (27), a mãe de Arthur foi intimada para prestar depoimento pela 5ª vez. Durante os questionamentos, ela não aguentou a pressão psicológica e abriu o jogo, revelando que seu marido matou o garoto e a ameaçou de morte, caso ela falasse algo. Agentes da Polícia Civil realizaram diligência até a residência de Felipe e o questionaram, onde o rapaz acabou confessando o crime. Após receber voz de prisão, ele levou os policiais até onde o corpo estava.
Por várias vezes a população Rondoniense questionou e criticou os trabalhos realizados pela Polícia, que não desvendava o caso. Fica em foco a frieza da mãe em acobertar o crime cometido pelo marido e mais ainda, em carregar seu corpo até o local de desova. Após a descoberta da ossada, dezenas de populares que acompanhavam a busca, ficaram revoltados e tentaram linchar o acusado, que foi imediatamente retirado do local e encaminhado para a Delegacia de Homicídios.
Fonte:News Rondônia
artur artur01 artur02 artur03 artur04 artur05 artur06 artur07 artur09 artur10

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »