Acir Gurgacz manifesta preocupação com baixa do preço do café no mercado internacional

nov 12 • Política • 449 Visualizações • Nenhum comentário em Acir Gurgacz manifesta preocupação com baixa do preço do café no mercado internacional

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) manifestou, em discurso no Plenário nesta segunda-feira (11), sua preocupação com a queda do preço do café no mercado internacional. O senador disse que a produção crescente no mundo fez com que o preço do café caísse mais de 35% nos últimos 12 meses no Brasil, causando muitos prejuízos aos produtores brasileiros.

Conforme informou o senador, a saca de 60 quilos do café arábica está cotada a R$ 235 e a do café conilon a R$ 165. De acordo com o Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), porém, o preço ideal para o produtor não ter prejuízo seria de R$ 343 para o arábica e R$ 220 para o conilon.

– O preço hoje é o menor dos últimos cinco anos – registrou.

De acordo com o senador, esse cenário motivou as cooperativas de café a elaborarem um documento chamado “Pacto do Café”, com 18 propostas dirigidas ao governo federal. Estímulo de preço, leilão público, compra de insumos e implementos, construção de armazéns e renegociação de dívidas estão entre as medidas propostas no pacto. Segundo Gurgacz, muitos produtores estão estocando o produto, aguardando a reação do mercado.

O senador disse que o governo poderia garantir um preço mínimo, ou comprar o produto, pois muitos produtores já estão trocando o café pela soja. Gurgacz também cobrou uma política de médio e longo prazo para a produção do café em Rondônia. Ele disse que as expectativas para a produção local são positivas, mas o apoio do governo é necessário por conta da realidade do mercado internacional.

– O governo precisa agir para auxiliar o produtor a superar este momento – disse o senador.

BR-364

Acir Gurgacz ainda lamentou o estado da BR-364 em Rondônia. Ele lembrou que a estrada foi inaugurada em 1984, prevendo uma capacidade de trânsito muito diferente da atual. Segundo o senador, os programas “tapa-buraco” não têm sido suficientes para manter a qualidade da BR e a restauração não tem mostrado a qualidade exigida para a rodovia. Ele ainda criticou a empresa que está trabalhando na restauração da estrada.

Gurgacz disse que a rodovia é importante tanto para o transporte de passageiros como para o escoamento da produção de Rondônia. Ele acrescentou que vem acompanhando a evolução da obra e chegou a mostrar fotografias para chamar a atenção para a baixa qualidade do asfalto. O senador pediu ao governo federal que preste atenção à rodovia, pois mesmo com a restauração em andamento, a estrada continua “cheia de buracos”.

– Vou continuar acompanhando e denunciando, pedindo para que providências sejam tomadas – afirmou o senador.

Em aparte, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) elogiou o pronunciamento do colega. Cristovam ainda pediu uma reflexão sobre a qualidade das rodovias do país e disse que a má qualidade das estradas não é realidade apenas de Rondônia, mas se repete no Brasil como um todo.

Agência Senado

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Rondônia Manchete
www.rondoniamanchete.com.br