Adelino Follador declara indignação à cobrança do Funrural

abr 13 • Política, Todas as Notícias • 158 Visualizações • Nenhum comentário em Adelino Follador declara indignação à cobrança do Funrural

O deputado Adelino Follador (DEM), em seu pronunciamento na sessão desta terça-feira (11), na Assembleia Legislativa, declarou sua indignação quanto à cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).

Segundo o parlamentar, no final de março os produtores rurais foram surpreendidos com a decisão do STF, que considerou constitucional a cobrança do Fundo do Empregador Rural pessoa física, incidente sobre a receita bruta da comercialização.

De acordo com o deputado, o desconto do Funrural corresponde a 2,3%, sendo que os produtores já pagam 2% de INSS e 0,3% de Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Após apresentar uma simulação da cobrança, Adelino disse concordar que o produtor tem que contribuir com o INSS, porém, não da forma como foi colocada. Para o parlamentar, diante da crise já instalada, a decisão do STF representa uma injustiça para com o setor.

“Isso é praticamente um assalto ao produtor rural. E o que me admira é que a população está muito pacífica, aceitando cada vez mais a cobrança de impostos, mesmo nada sendo feito para resolver os problemas da saúde pública, da segurança, da educação. Uma possível grande crise em cima dos produtores rurais, seja pequeno, médio ou grande, me preocupa muito”, declarou Adelino Follador.

O deputado disse esperar que a bancada federal trabalhe uma forma de sensibilizar os ministros do STF, no sentido de modificar a decisão que, segundo Follador, prejudicará sistematicamente o setor produtivo.

“Deixo aqui minha indignação. Espero que o Congresso Nacional crie uma medida para alterar essa lei que tanto prejudica o setor. São trabalhadores que produzem o desenvolvimento do nosso Estado, trabalhadores responsáveis em manter Rondônia economicamente”, concluiu Adelino.

 

Fonte:Assessoria

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Rondônia Manchete
www.rondoniamanchete.com.br