FOLLADOR DENUNCIA PREÇO DO LEITE E VAI CONVOCAR LATICÍNIOS E SUPERMERCADOS

abr 8 • Política • 479 Visualizações • Nenhum comentário em FOLLADOR DENUNCIA PREÇO DO LEITE E VAI CONVOCAR LATICÍNIOS E SUPERMERCADOS

 Em pronunciamento ontem (7) na tribuna da Assembleia Legislativa o deputado Adelino Follador (DEM) denunciou a prática inescrupulosa adotada pela maioria dos laticínios e supermercados de Rondônia, como estratégia de cartel, para a compra do leite do pequeno produtor com um desconto de 30% do seu preço normal, enquanto em outros estados do País esse desconto varia entre 5% e 10%.

                            O pior, segundo Follador, é que esse desconto diretamente sobre o pequeno produtor não está refletindo nas gôndolas dos supermercados e muito menos nos derivados do leite no âmbito dos laticínios, o que significa dizer que só o pequeno produtor de leite deve ser sacrificado, como se ele fosse o responsável pelos desmandos verificados no setor.

                            Sob atenção e concedendo aparte aos seus colegas de parlamento, o deputado disse ainda que muitos pequenos produtores de leite estão parando suas atividades, com exceção daquele que têm financiamentos bancários e que são obrigados a manter a produção à força e aceitar os comandos dos cartéis. “Eu também sou produtor rural e conheço muito bem as nuances do mercado, os percalços da entressafra, mas sei também das dificuldades de quem produz”, disse Follador.

                            Adelino Follador observou que é preciso acabar com essa prática nociva que só penaliza os pequenos que produzem. Segundo ele, a conta dos incentivos dados aos grandes recai sempre sobre os pequenos produtores que acabam pagando por todos. Por este motivo o deputado disse que já encomendou um estudo da situação, incluindo os incentivos fiscais ilegais dados aos frigoríficos, e que vai convocar essas grandes empresas para se explicarem na Assembleia Legislativa.

Fonte: Assessoria

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »