MARIANA CARVALHO É CONTRA O PAGAMENTO DE PASSAGENS PARA CÔNJUGES DE PARLAMENTARES

mar 1 • Política • 1302 Visualizações • Nenhum comentário em MARIANA CARVALHO É CONTRA O PAGAMENTO DE PASSAGENS PARA CÔNJUGES DE PARLAMENTARES

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB) é contra o pagamento de passagens aéreas para esposas e maridos de  parlamentares, beneficio aprovado nesta semana pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

Para a tucana que representa no Congresso Nacional a nova política, esse tipo de privilégio para quem foi eleito para defender os interesses do povo não condiz com a luta diária de milhões de brasileiros pela sobrevivência num País que enfrenta uma grave crise.

“Essa postura acaba sendo um desrespeito com a sociedade que espera cada vez mais uma correta aplicação dos recursos públicos”, criticou a parlamentar que a exemplo dos demais integrantes do PSDB não usará o beneficio.

Mariana Carvalho ressaltou que não tem lógica a sociedade brasileira está sofrendo com aumento de impostos, altas de preços, cortes de verbas na educação e redução de direitos trabalhistas ainda arcar com mordomias para quem deveria estar lutando pela qualidade de vida da população.

“Fico feliz por  ser filiada ao PSDB há doze anos porque é um partido que se enquadra na minha linha de pensamento em legislar pela melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”, desabafou Mariana, esclarecendo que a bancada tucana repudiou a nova medida.

Segundo ela, a deputada Mara Gabrilli (PSDB – SP) é terceira secretária da Mesa, mas  votou contrário a proposta, representando a opinião do PSDB , que foi  contrário  a proposta que na visão dela frustra os brasileiros que esperam  um Brasil mais justo e igualitário.

Para o líder da legenda na Câmara, Carlos Sampaio (SP), o benefício é  inaceitável porque  o Brasil passa por , num momento em que a sociedade é penalizada pela má gestão petista.

“É um total desrespeito com os brasileiros, que já estão pagando o preço da incompetência do governo Dilma”, desabafou o tucano. “O PSDB não fará parte dessa vergonha”, completou.

João Albuquerque

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »