Prefeitos debatem experiências concretas de políticas públicas sustentáveis

abr 9 • Política • 943 Visualizações • Nenhum comentário em Prefeitos debatem experiências concretas de políticas públicas sustentáveis

A 1ª Conferência Internacional Cidades Sustentáveis, Políticas Públicas Inovadoras terminou hoje (8) em Brasília. No evento, prefeitos de municípios brasileiros e de outros países apresentaram experiências concretas de gestão pública sustentável, incluindo diversas áreas como saúde, educação, mobilidade, segurança e governança.

O encontro começou ontem, durante o 3º Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. De acordo com o coordenador executivo do Programa Cidades Sustentáveis (PCS), Maurício Broinizi Pereira, a ideia é levar os prefeitos e dirigentes que têm boas práticas a compartilhar esses feitos.

”O encontro foi excelente em conteúdo e participação, com debates de altíssimo nível. A ideia é ressaltar políticas públicas que já apresentam bons resultados e servir de referência a outros municípios para fazer essa troca de experiências, investir em sustentabilidade, formar uma massa crítica que colabore na prática também em áreas urbanas, que são responsáveis por 80% da emissão de CO2”, disse Maurício Broinizi.

O Programa Cidades Sustentáveis já trabalha com municípios e oferece uma plataforma que funciona como uma agenda para a sustentabilidade, incorporando de maneira integrada as dimensões social, ambiental, econômica, política e cultural e abordando diferentes áreas de gestão pública em 12 eixos temáticos como: governança, educação para sustentabilidade e qualidade de vida, gestão local para a sustentabilidade.

Durante o evento, prefeitos e gestores apresentaram exemplos de políticas já executadas em seus municípios, como Paragominas (PA), que foi a primeira, ao lado de Lucas do Rio Verde (MT), a implantar o projeto Município Verde, lançado em 2007 e 2008 pelo governo federal para a Amazônia. O prefeito de Paragominas conseguiu a adesão de 51 entidades locais para o pacto de Desmatamento Zero e implantou a educação ambiental para 30 mil alunos.
Fonte:Agência Brasil

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »