Rondônia inicia ano com cinco pré-candidatos ao governo do estado‏

jan 6 • Política • 624 Visualizações • Nenhum comentário em Rondônia inicia ano com cinco pré-candidatos ao governo do estado‏

Ano eleitoral em Rondônia sempre é bem intenso, desta vez os rondonienses devem eleger o governador, o vice-governador, um senador, 24 deputados estaduais e  08 deputados federais. As eleições 2014, que também definirá o presidente da República seu vice, acontece no dia cinco de outubro.

Na corrida, rumo ao cargo de Chefe do Poder Executivo estadual, já tem cincos nomes postos para a disputa, Confúcio Moura (PMDB), Expedito Júnior (PSDB), Alex Testoni (PSD), Maurão de Carvalho (PP) e Padre Ton (PT), além de outros nomes que são especulados pela classe política. Há pouco menos de um ano da posse, muitos sonham em ocupar o maior posto político de Rondônia.

Confúcio Moura: atual governador é candidato natural a reeleição mesmo ainda não admitindo esta hipótese publicamente. No currículo acumula experiência como: deputado federal, prefeito do município de Ariquemes e secretario estadual de Saúde. No seu histórico, Confúcio tem sucessivas vitórias, elevando a cada disputa sua votação. Este ano Ele (Confúcio) colocará a prova dos rondonienses a aprovação ou rejeição do seu método de governar que perca por ter assessores diretos incompetentes e que na sua grande maioria estão preocupados com seus futuros políticos e até mesmo empresariais.

Expedito Júnior: O ex-senador da Republica é tido como a bola da vez o seu partido o PSDB precisa de um palanque consistente no Estado para o presidenciável o senador Aécio Neves e para isso conta com a força e o carisma de Júnior que detém um grande prestigio junto a quase todas as lideranças políticas, empresarias e comunitárias. Junior precisar resolver a grande duvida que ainda paira na cabeça de muitos é quanto sua situação jurídica de está ou não apto a concorrer a vaga de governador ou até mesmo senador nas eleições de Outubro próximo. Paralelo a tudo isso Junior vem percorrendo o Estado de ponta a ponta e onde passa é aclamado como o grande líder político do momento capaz que aglutinar em torno do seu nome diversos partidos de diferentes ideologias.

Alex Testoni: O prefeito de Ouro Preto do Oeste é seguramente a noiva do baile neste jogo político. Com uma administração municipal exemplar Alex só não é candidato a governador se não quiser o seu partido o PSD aposta todas as fichas na sua vitória e para isso tem o aval das grandes lideranças da sigla a exemplo do deputado federal Moreira Mendes e o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. Alex que vem repetindo exaustivamente que não é candidato preferiu no inicio deste ano refrescar a cabeça no exterior, mas sabe que quando chegar terá que ter uma decisão final se sai a governador ou se apóia outro candidato no caso a grande chance é para o nome de Confúcio Moura (PMDB) mesmo com a cotação em baixa perante o eleitor.

Mauro de Carvalho: O deputado estadual Maurão de Carvalho que cumpre o seu quatro mandato colocou o seu nome a disposição do PP para ser urgido a candidato a governador e ter o apoio do grupo do senador Ivo Cassol que por força das condenações impostas pela Justiça não pode concorrer a cargo eletivo nenhum e ainda corre o risco de ser preso em breve. Maurão conta com um importante apoio para sua empreitada política que é o seguimento evangélico meio onde o deputado tem um grande prestigio e este apoio é decisivo em uma eleição.

Padre Ton: O deputado federal petista com seu estilo conseguiu o domínio do partido no Estado e para isso acreditar que o Palácio do Planalto apóie sua pretensão de concorrer ao cargo de governador do Estado nas eleições de Outubro próximo. No entanto o deputado terá que convencer a cúpula petista que é capaz de sair vitorioso nas urnas e não ser um nome de vice na chapa do PMDB que por sua vez não pretende continuar com o PDT (Airton Gurgacz tio do senador Acir). Por enquanto existe uma guerra muito grande de informações de um lado o senador Waldir Raupp presidente nacional do PMDB garante que o PT em Rondônia não vai lançar candidato a governador e vai manter a aliança que vem de Brasília – DF, já por seu turno o deputado Padre Ton diz que tudo isso é uma tática do senador para minar o PT no Estado, mas que os petistas estão vacinados para esta guerra de informações que Raupp é mestre em plantar.

Outros nomes: Todos os outros nomes surgidos até o momento a exemplo dos deputados estadual Hermínio Coelho – PSD (presidente da ALE/RO), Neodi Carlos (PSDC), deputado federal Carlos Magno (PP), empresário Mario Português (PMDB), Lúcio Mosquini (PMDB) e o prefeito de Vilhena Zé Rover (PP) é puro balão de ensaio uns quer valorizar o passe outros querem colocar o nome em evidencia para não serem esquecidos na memória do povo o certo mesmo é que quando Fevereiro chegar os blocos estarão afinados e cantando o mesmo samba em enredo resta saber se o povo será lembrado de participar do desfile é esperar para conferir.

 

Por: Alexandre Araujo/ ouro preto online

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »