Unidade de Pronto Atendimento é vistoriada após denúncias, em RO

mar 15 • Saúde • 1253 Visualizações • Nenhum comentário em Unidade de Pronto Atendimento é vistoriada após denúncias, em RO

Denúncias de mau atendimento e falta de medicamentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste de Porto Velho levaram o Tribunal de Contas deRondônia (TCE) a realizar uma vistoria no local, nesta sexta-feira (14). Além da fiscalização, o poder público está em alerta para o aumento da demanda do sistema de saúde da capital, por causa de enchente histórica do Rio Madeira que o estado enfrenta. Mais de duas mil famílias estão fora de suas casas e a cota já passou dos 19 metros.

Para o TCE, muitos problemas virão com o fim da cheia, como a ocorrência de doenças típicas de inundações, a exemplo da leptospirose, já que há possibilidade de surto em questão de dias, assim como o aumento da incidência de enfermidades tropicais, entre elas, a malária.

“É preciso que o sistema de saúde de Porto Velho esteja devidamente preparado, porque a demanda, que hoje já é grande, tende a aumentar muito mais, e o cidadão não pode, em hipótese alguma, ficar desassistido”, disse o conselheiro Wilber Coimbra que, na condição de relator das contas de Porto Velho, tem como uma de suas competências a atuação “in loco” nesse tipo de atividade fiscalizadora.

Durante a vistoria, a equipe técnica afirmou ter encontrado indícios que as denúncias relacionadas ao funcionamento da UPA são verídicas. Um relatório está sendo elaborado para que as falhas sejam corrigidas. A assessoria do TCE-RO disse ao G1 que ainda não estão previstas fiscalizações em outras unidades de pronto atendimento.

 

 

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »