Área da Rondônia Rural show deve ser transformada em centro tecnológico direcionado a pesquisas no campo

jan 27 • Vitrine empresarial • 151 Visualizações • Nenhum comentário em Área da Rondônia Rural show deve ser transformada em centro tecnológico direcionado a pesquisas no campo

Conhecer o projeto do Parque Tecnológico de Brasília (Biotic) para que  o governo de Rondônia possa adequar a área da Rondônia Rural Show num centro tecnológico de pesquisa agropecuária. Esse foi o assunto da reunião entre o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani; o superintendente de Desenvolvimento de Rondônia, Basílio Leandro; e o Presidente da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Júlio César  Reis, nesta semana, em Brasília.

A ideia do governo estadual é, além da realização da Rondônia Rural show, fazer dentro do parque, em Ji-Paraná, uma base para pesquisas direcionadas ao desenvolvimento agrário com o apoio e a participação  das instituições de ensino do estado.

Durante a reunião, o presidente da Terracap mostrou um vídeo do parque tecnológico que iniciou no ano de 2000. Segundo ele, o Biotic  tem foco na inovação, tecnologia da informação e biotecnologia, e o empreendimento será gerido por um fundo de investimentos de gestão privada. “Hoje a Embrapa está sendo instalada dentro do Parque; a Microsoft quer se instalar e outras empresas também demonstram interesse”, explicou.

De acordo com Evandro Padovani, o governador Confúcio Moura quer que a partir da 7ª edição da Rondônia Rural Show, em 2018, já não seja o estado que esteja à frente da administração, mas a iniciativa privada. “Seria uma parceria público-privada para que o parque seja um  centro tecnológico de pesquisa que funcione durante o ano todo para quando chegar a época da feira já esteja toda a estrutura das vitrines tecnológicas estabelecidas nesta área e sendo utilizada na pesquisa agropecuária pelas universidades, Unir, pela Ulbra, Embrapa, Ceplac, pela própria Emater”, enfatizou.

O secretário explicou que o governo do estado e outros parceiros da iniciativa privada já trabalham na pesquisa de sementes de capins, de milho de soja, de arroz. “É isso que o governador quer: que os secretários busquem informações e elaborem um mecanismo de parceria público-privada para a administrar essa nova área”.

Na audiência que também estava presente o líder do projeto do Parque Tecnológico de Brasília, Hideraldo Almeida, que recebeu de Padovani o convite para  trazer a Rondônia informações técnicas sobre a concepção do Biotic; e a superintendente de Integração do estado de Rondônia em Brasília, Elizete Lionel..

Para Basílio, a reunião  foi muito produtiva, pois o presidente da Terracap se mostrou bastante receptivo às solicitações de Rondônia. Basílio e Padovani vão conhecer nesta sexta-feira (27) as instalações do Biotic, que possui uma área 123 hectares, onde algumas empresas foram instaladas.


Texto: Zózimo Macêdo
Fotos: Zózimo Macedo
Secom – Governo de Rondônia

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »