Confúcio diz que é impossível democracia sem imprensa

out 28 • Destaque • 1586 Visualizações • Nenhum comentário em Confúcio diz que é impossível democracia sem imprensa

Ao abrir a II Oficina de Comunicação dos profissionais que atuam no Departamento de Comunicação (Decom) do Governo de Rondônia, na manhã de sábado, 26, o governador Confúcio Moura disse que é impossível o exercício da democracia sem a imprensa. Ele exemplificou a afirmação explicando que a imprensa é quem pauta as ações do Senado, da Câmara e do Congresso Nacional.

O governador lembrou que a imprensa tem um papel importante no Brasil. “Na época da censura teve seus altos e baixos, pois não podia emitir opinião”, refletiu, ao lembrar os anos de ditadura, quando a opinião política era vetada nos veículos de comunicação. Também ressaltou que sempre teve respeito pela imprensa rondoniense, principalmente pelos profissionais que exercem opinião. “Nunca virei o rosto para nenhum jornalista, tenho um grande apreço e respeito pela imprensa rondoniense”.

Moura lembrou ainda que durante a década de 90, seu gabinete na Câmara Federal foi o primeiro a contar com um estúdio de rádio, para produção e emissão de informações sobre sua atuação parlamentar. A despeito da divulgação, ele disse que gosta muito de divulgar o lado bonito e positivo do Estado de Rondônia, exemplificando suas características e o potencial das riquezas naturais, desconhecido em maioria pelas pessoas que habitam outras regiões do país e que, muitas vezes, trocam até o nome do Estado.

A Oficina de Comunicação ofereceu 100 vagas, extensivas aos profissionais de jornalismo e fotografia dos veículos de comunicação e estudantes da área, que participaram no sábado de exposições teóricas sobre webjornalismo; assessoria de imprensa; jornalismo opinativo; publicidade governamental; fotografia, gramática aplicada à produção textual e comunicação interna.

A oficina prossegue no domingo com a prática das atividades que foram conceitualizadas no primeiro dia, além de Mídias Sociais e Teoria e Prática no Jornalismo Investigativo. Para o diretor-geral do Decom, Osmar Silva, a oficina traz reflexões importantes sobre a prática das funções exercidas na difusão de informações do governo, como também proporciona a troca de experiências entre as equipes de profissionais que atuam na capital e nas assessorias regionais.

Para a assessora de comunicação Terezinha Felix, da Eletrobrás-Eletronorte, que participa pela primeira vez da oficina, a iniciativa é importante para que os profissionais troquem experiências e se atualizem sobre as teorias e práticas de comunicação que são muito dinâmicas em decorrência do desenvolvimento tecnológico.

Fonte: Decom

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »