Pai usuário de drogas se interna em centro de reabilitação para curar vício

ago 10 • Destaque • 1126 Visualizações • Nenhum comentário em Pai usuário de drogas se interna em centro de reabilitação para curar vício

Voltar a ter o respeito dos três filhos. Esta é principal motivação de vida de um homem deGuajará-Mirim (RO), a 330 km de Porto Velho, que decidiu por conta própria se internar em um centro de reabilitação para se livrar das drogas. Pai de três filhos, o servente de pedreiro iniciou o tratamento em dezembro de 2014 na busca por um novo começo de vida.

Natural de Guajará-Mirim, o homem trabalha como servente de pedreiro e estudou somente até a 6ª série do ensino fundamental. Os três filhos, dois meninos de 11 e 7 anos, e uma menina de 8 anos incentivaram o pai a buscar um tratamento no Projeto Aliança.

Preferindo não se identificar, o homem de 28 anos usava drogas há 15 anos. Segundo ele, o primeiro contato com os entorpecentes aconteceu por causa da influência de amigos. Após se tornar dependente, o trabalhador começou a praticar furtos e roubos para poder comprar droga.

Em 2011 ele viveu o pior momento da vida, quando se separou da mulher. Segundo ele, na época até tentou se tratar, mas não conseguia ficar muito tempo em tratamento e logo fugia.  Através de sua mãe, ele conheceu o Projeto Aliança em 2013, mas não quis se internar,  pois alegou não precisar de ajuda.

No final de 2014, uma conversa com os filhos mudou o rumo de sua vida e a forma de pensar. Durante o diálogo, as três crianças revelaram que não queriam mais estudar porque estavam sendo humilhadas na escola pelos colegas. “Eles zoavam as crianças por serem filhas de drogado, que não valiam nada. Foi assim que me contaram”, relembra o pai.

Ao ouvir tais palavras dos próprios filhos, o homem decidiu buscar uma mudança. Segundo ele, na época um filme passou em sua cabeça e ele sentiu que estava decepcionando os filhos. No mesmo dia da conversa ele se internou e iniciou o tratamento no centro de reabilitação.

“Meu maior sonho é recuperar o respeito dos meus filhos, vou recomeçar minha vida e me tornar um homem melhor. Ainda não me sinto forte o bastante para vencer a abstinência, mas todos os dias sinto que estou melhorando e vou sair de cabeça erguida”, acredita o pai.

Centro de reabilitação
O Projeto Aliança oferece uma metodologia baseada em ensinamentos bíblicos e trabalhos domésticos. No local, os dependentes cultivam uma horta, criam galinhas, cultivam bananal e participam de cultos todas quartas e sextas-feiras à noite. Os trabalhos são coletivos e a rotina começa às 5h da manhã.

O tratamento ainda vai durar mais três meses. A expectativa do homem é passar o dia dos pais com os três filhos e logo quer arrumar um emprego para construir a própria casa.

 

Fonte:G1

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »