Polícia Federal define estratégia para invadir e desocupar o garimpo ilegal em Pontes e Lacerda

nov 1 • Destaque • 1308 Visualizações • Nenhum comentário em Polícia Federal define estratégia para invadir e desocupar o garimpo ilegal em Pontes e Lacerda

A Polícia Federal definiu a estratégia que será usada para desocupar o garimpo da Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda. Em nota, a PF informou que a operação será realizada em breve, porém, não divulgou a data, pois pretende surpreender os garimpeiros que insistirem em permanecer no local, para realizar as prisões deles.

A estratégia de ação da PF foi definida em uma reunião em Brasília (DF). Os policiais também realizaram um reconhecimento aéreo da região, para definir pontos estratégicos e críticos na desocupação. Para isso, utilizaram uma aeronave cedida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

A desocupação da área é uma determinação da Justiça Federal, a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Entre os principais motivos, está o fato de não haver autorização para exploração da área, o que torna o garimpo ilegal. A falta de segurança e a contaminação do solo e da água com mercúrio também pesaram.

No total, oito pessoas já foram presas pela Polícia Federal pela exploração ilegal da área. Alguns foram flagrados com ouro, outros com ferramentas e dinheiro. Um grupo de quatro homens foi preso com a quantia de R$ 460 mil em dinheiro. No dia 19 de outubro, houve um deslizamento que deixou cinco feridos.

No total, mais de 5 mil pessoas, entre garimpeiros profissionais e amadores, teriam passado pelo garimpo da Serra do Caldeirão. O acesso encontra-se bloqueado para novas entradas. Segundo a Polícia Federal, as pessoas que ainda encontram-se no garimpo estão cientes que em breve será cumprida a determinação judicial de desocupação.

 

 

FONTE: Olhardireto

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »