Banco do Povo movimenta R$ 10 milhões em Ji-Paraná e região

out 17 • Economia • 1058 Visualizações • Nenhum comentário em Banco do Povo movimenta R$ 10 milhões em Ji-Paraná e região

Em dois anos de instalação em Ji-Paraná o banco do Povo já movimentou pouco mais de R$ 10 milhões na região Central de Rondônia. A informação é de Arnaldo Campos, diretor-presidente da instituição financeira, que acaba de inaugurar mais uma unidade no 1º Distrito.
O banco do Povo tem o objetivo de fortalecer a economia formal e informal ao disponibilizar recursos que variam de R$ 300,00 a R$ 10 mil tanto a pessoas físicas quanto a pessoas jurídicas. “Em cinco dias úteis já é possível fazer a retirada do empréstimo”, informa Arnaldo Campos, sobre a agilidade do sistema financeiro. Dependendo o valor emprestado o tomador tem até 36 meses para pagar.
De acordo com o diretor-presidente o processo é bem simples e rápido. “A pessoa interessada deve ir a uma das unidades do banco do Povo munida de documentos pessoais e/ou comerciais, se for o caso, para fazer a solicitação do empréstimo. Após a análise financeira, os técnicos do banco do Povo aprovam o crédito com base em critérios pré-estabelecidos.
Os maiores tomadores de empréstimos, segundo informa Arnaldo Campos, são investidores da economia informal. “São salgadeiras, costureiras, vendedores ambulantes de espetinho e de cachorro quente, por exemplo. São essas pessoas as mais interessadas em aumentar a renda com trabalho extra”, destaca Arnaldo Campos.
Quanto à inadimplência, Arnaldo Campos esclarece que é baixíssima e que as mulheres são as que saldam as dívidas com maior antecipação, já que há descontos para pagamentos antecipados.

Nova Agência
Em frente ao Feirão do Produtor, o banco do Povo abriu nova porta para atender a demanda do 1º distrito da cidade. “A iniciativa de abrir outro ponto em Ji-Paraná deve-se às solicitações de clientes e também queremos ampliar nossa carteira”, disse Campos, entendendo que o acesso ao microcrédito fica mais fácil para os moradores daquela parte da cidade.

“Nossos clientes estão satisfeitos”, anima-se Arnaldo Campos, de olho nos produtores da agricultura familiar que atendem no Feirão do Produtor e que ainda não conhecem essa facilidade em relação aos bancos oficias

 

Fonte:Tudo Rondônia

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »