Morada Nova: Governo investe mais de 7 milhões para 1456 novas moradias em Ji-Paraná

nov 6 • Notícias • 2835 Visualizações • Nenhum comentário em Morada Nova: Governo investe mais de 7 milhões para 1456 novas moradias em Ji-Paraná

O Governo de Rondônia investe pesado para realizar o sonho da casa própria para milhares de rondonienses, com vistas a reduzir o déficit habitacional e proporcionar melhoria de vida a uma grande parcela da população. Com o Programa Morada Nova, coordenado pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), em parceria com o Programa Minha Casa – Minha Vida, em Ji-Paraná, foram viabilizadas a construção de 593 casas que estão com mais de 80% 2da obra executada e contou com a contrapartida do Governo do Estado de aproximadamente R$ 3 milhões.

 

De acordo com o cronograma da Caixa Econômica Federal as casas serão entregues aos beneficiários em fevereiro de 2014. Os investimentos em habitação no município não param por aí, com a contrapartida de mais de R$ 7 milhões do Governo do Estado, começaram as obras do Residencial Morar Melhor II, que irá beneficiar mais de cinco mil pessoas com a moradia própria. A previsão para concluir a obra é de 18 meses.

O Residencial está localizado no primeiro distrito de Ji-Paraná e conta com  91 prédios de quatro andares, cada um contendo 16 apartamentos com sala, cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. “A contrapartida do Estado é fator determinante para garantir a qualidade das moradias construídas”, frisa o secretário de Assistência Social de Rondônia, Márcio Felix.

Ele informa que além da contrapartida financeira, o Governo, por meio da Seas, executa e coordena todo o procedimento de inscrições, visitas e sorteios, atendendo as regras federais e estaduais dos dois programas. “Realizamos um processo transparente de inscrições, visitas e sorteios, garantindo que as casas cheguem para a população que realmente precisa”, destaca.

O secretário agradeceu a parceria da Prefeitura de Ji-Paraná e elogiou o empenho do prefeito Jesualdo Pires, na regularização da área. “A agilidade que a prefeitura teve para regularizar a área foi fundamental para que a construtora iniciasse a obra do Residencial Morar Melhor II”, finaliza Márcio Felix.

Texto : Luana Lopes
Fonte: Assessoria Seas

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »