CRUELDADE: MÃE E AMIGA SÃO AMARRADAS ESTUPRADA E ATROPELADA NA FRENTE DO FILHO

jun 23 • Notícias, Polícia • 1794 Visualizações • Nenhum comentário em CRUELDADE: MÃE E AMIGA SÃO AMARRADAS ESTUPRADA E ATROPELADA NA FRENTE DO FILHO

Fonte: R7

 Duas mulheres e um bebê de nove meses viveram uma madrugada de terror neste domingo (21) em Goiana, cidade de Pernambuco na fronteira com a Paraíba. Elas foram sequestradas, levadas para uma estrada de terra, estupradas e amarradas. Ao final, os criminosos deitaram as mulheres na pista e passaram com o carro por cima delas. Uma não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo da vítima, a mãe e o bebê foram encontrados pela manhã.
De acordo com o delegado de plantão de Goiana, Pablo de Carvalho, as duas amigas e o bebê foram abordados às 22h de sábado (20) em João Pessoa (PB).Dois homens em uma moto abordaram a mãe, de cerca de 30 anos, na frente da casa da amiga, de 41 anos. No momento da abordagem, a mãe amamentava o filho.Um dos suspeitos entrou no carro com as vítimas, obrigando uma delas a dirigir até Goiana, num trajeto de 62 km, enquanto o outro seguia o veículo na moto.

Já na madrugada de domingo, elas foram levadas para um canavial, em uma estrada de terra próxima ao polo automotivo da Fiat. Foi quando se iniciaram as agressões sexuais, segundo contou o delegado ao R7

— Elas foram espancadas e estupradas. Depois eles colocaram as duas na estrada de barro e passaram o carro em cima. Uma se fingiu de morta e sobreviveu. A outra não resistiu.

Após o crime, os suspeitos fugiram, deixando as mulheres na pista e a criança, enrolada em roupas, no mato a poucos metros do local.

Mãe, filho e o corpo da outra vítima foram encontrados às 8h de domingo por agricultores, que então acionaram a polícia.

— As duas mulheres estavam amarradas e desvestidas. Ela (a mãe) estava com braços e pés amarrados, várias fraturas pelo corpo e mal conseguia falar.

Apesar dos ferimentos, o quadro de saúde da mãe é estável, segundo o delegado. A vítima foi transferida para Recife. Já o bebê estava bem, segundo o delegado, apenas com marcas de mordidas de insetos.

A polícia investiga o caso.

Fonte: R7

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »