Deputada Marinha Raupp mobiliza órgãos competentes em Brasília para socorrer municípios de Rondônia que sofrem com as enchentes.

Deputada Marinha Raupp mobiliza órgãos competentes em Brasília para socorrer municípios de Rondônia que sofrem com as enchentes.
 

A deputada federal Marinha Raupp (PMDB) esteve em audiência com o ministro da Integração Regional, Francisco Teixeira, e o secretário Nacional da Defesa Civil, Adriano Pereira Junior , na qual solicitou um conjunto de ações para a implantação do Plano de Prevenção das Cheias do Rio Madeira. O encontro ocorreu na sede do Ministério, na manhã desta quarta-feira, 12.

De acordo com a deputada Marinha, é necessário que os governos (municipal, estadual e federal) estabelecem procedimentos de emergência e ações integradas em um Plano de Prevenção às Cheias no Estado.

Marinha Raupp mostrou-se preocupada com as notícias vindas do Estado, onde a Região da Pérola do Mamoré e Porto Velho sofrem com as enchentes provocadas pela cheia do Rio Mamoré e do Rio Madeira. O acesso para os municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim ficou interrompido pelas águas que inundaram a BR 425, na altura da Ponte do Arara.

Após a audiência com o ministro e secretário nacional de Defesa Civil, e acompanhada pelo prefeito de Guajará-Mirim, Dúlcio Mendes, a deputada Marinha esteve no DNIT, onde sugeriu a decretação do estado de emergência, para que o órgão federal possa construir as novas pontes da BR 425.

As pessoas que residem nesta cidade (Guajará) e Nova Mamoré não podem ficar isoladas, declarou a parlamentar, que obteve as informações para adoção de medidas que providencie e garanta o transporte da população.

Segundo a deputada Marinha Raupp, os municípios precisam elaborar um Plano Diretor de Drenagem e para isto, é importante a capacitação de equipes nos municípios, as quais juntamente com o Governo de Rondônia, elaborem um diagnóstico regionalizado para implantação do sistema de macrodrenagem.

 

Texto – Assessoria de Comunicação

Marcos Neris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *