Marinha Raupp tem o apoio da Comissão de Seguridade Social e Família para instalação da Casa da Mulher Brasileira

out 11 • Política • 1518 Visualizações • Nenhum comentário em Marinha Raupp tem o apoio da Comissão de Seguridade Social e Família para instalação da Casa da Mulher Brasileira

A deputada federal Marinha Raupp (PMDB) obteve um importante apoio para a instalação da Casa da Mulher Brasileira, em Rondônia, durante a realização da Audiência Pública realizada na tarde dessa quinta-feira, 10, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO).

De acordo com o presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado federal Dr. Rosinha (PT/PR), “esta Comissão encaminhará ofício à Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e que também será subscrito pela Subcomissão Especial para discutir o tema da Violência contra a Mulher, apoiando a indicação da deputada Marinha Raupp”.

Segundo a deputada, Rondônia precisa ser incluída no Programa de Apoio à Estruturação de Novos Núcleos de Fronteira. “Um estado que apresenta um índice elevado de feminicídio precisa desta Casa da Mulher Brasileira. Por isso fizemos esta indicação (nº 4342) à Secretaria Especial de Política para as Mulheres”, declarou.

A Casa da Mulher Brasileira está inserida no Programa “Mulher, Sem Violência” e consiste em espaços onde serão concentrados os principais serviços especializados e multidisciplinares de atendimento às mulheres.

“Cada uma das unidades terá a finalidade de, em situações de violência, facilitar o acesso da vítima e uma estrutura que a acompanhe de forma integral”, comentou a deputada Marinha Raupp.

Ela entregou, em mãos ao secretário de estado da Assistência Social – Márcio Félix –, ofício informando ao governador do estado, Confúcio Moura (PMDB), sobre a indicação, bem como comunicando-lhe sobre a sanção presidencial referente a hereditariedade da licença dos taxistas.

Conforme dados apresentados pela Comissão e expostos na pesquisa “Violência contra a mulher: perfil de feminicídio no Brasil”, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no período 2009-2011 forma 7,42 assassinatos para cada 100 mil mulheres no estado. Por este estudo, Rondônia ocupa a 7ª posição no ranking nacional sobre violência doméstica. E de janeiro a dezembro de 2012 a Central de Atendimento à Mulher de Rondônia registrou aproximadamente 3 mil denúncias, representando o índice de 392 registros para cada grupo de 100 mil mulheres, de acordo com o Mapa da Violência.

 

Texto – Carlos Eduardo de Lima

Fotos – Vilma Cruz

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »