Famílias aguardam remanejamento de áreas de risco em Ariquemes, RO

mar 14 • Geral • 918 Visualizações • Nenhum comentário em Famílias aguardam remanejamento de áreas de risco em Ariquemes, RO

Centenas de famílias aguardam o remanejamento de áreas de rico emAriquemes (RO). De acordo com a Defesa Civil, cerca de 900 famílias vivem em regiões de morro, encostas e próximo a igarapés, sob risco de desmoronamento, alagamentos e deslizamentos. Os moradores alegam que já foram cadastrados pela prefeitura, no entanto, conforme a Defesa Civil, o cadastro faz parte dos critérios para o recebimento das casas populares, mas as inscrições devem ser feitas com a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes).

Moradores da Rua Acre, Setor 5, moram às margens de um buraco, onde passa um igarapé. A dona de casa Ozeli Gomes conta que mora no local há dois anos e que a estrutura do banheiro da casa está comprometida e pode desmoronar. Ozeli tem cinco filhos e também teme acidentes com as crianças.

 

A dona de casa Maria Ferreira diz que já foi cadastrada duas vezes, mas que ainda não tem notícias sobre o remanejamento. A aposentada Carmem Romualdo tem esperanças de mudar do local. “Disseram para gente que com o cadastro, seríamos transferidos para uma casinha. Quando chove a água do igarapé sobe e tenho medo da casa desbarrancar. Estamos esperando a prefeitura dar uma solução”, enfatiza.

A coordenadora da Defesa Civil Elis Regina Pereira explica que um cadastramento foi realizado no ano passado, a fim de identificar os locais mais críticos do município e atualizar os dados, já que o último recenseamento foi feito em 2008. Ao fim dos trabalhos, cerca de 900 famílias foram cadastradas.

No início desta semana a prefeitura anunciou a inscrição para 349 casas populares, que começa no sábado (15), a partir das 8h no Ginásio Alberi Ferrazo. “Morar em área de risco é um critério a mais no processo de distribuição das casas populares, mas é preciso que as famílias façam sua inscrição”, enfatiza Elis Regina.

 

Fonte:G1

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »