Família faz última visita a brasileiro que será executado na Indonésia

jan 17 • Notícias • 1434 Visualizações • 2 comentários em Família faz última visita a brasileiro que será executado na Indonésia

A família do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, que deve ser executado na madrugada deste domingo (17) no horário local – por volta das 15h deste sábado – naIndonésia fez a última visita a ele na prisão. As imagens foram divulgadas por um canal de TV local e exibidas pelo GloboNews. Os parentes chegaram à cidade de Cilacap, na Ilha de Java, neste sábado (16).

 

Marco Archer é instrutor de voo livre e foi preso ao tentar entrar na Indonésia, em 2004, com 13 quilos de cocaína escondidos nos tubos de uma asa delta. A droga foi descoberta pelo raio-x, no Aeroporto Internacional de Jacarta. O brasileiro conseguiu fugir do aeroporto, mas foi preso duas semanas depois. A Indonésia pune com pena de morte o tráfico de drogas.

Além de Marco Archer, outro brasileiro aguarda no corredor da morte da Indonésia, o paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, também por tráfico de cocaína. Nesta sexta-feira (16), a presidente Dilma Rousseff fez um apelo por telefone ao governante da Indonésia, Joko Widodo, para poupar a vida dos brasileiros condenados à morte, mas não foi atendida.

Widodo respondeu que não poderia reverter a sentença de morte imposta a Archer, “pois todos os trâmites jurídicos foram seguidos conforme a lei indonésia e aos brasileiros foi garantido o devido processo legal”, segundo nota da Presidência.

O assessor especial da Presidência da República para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, informou que o governo brasileiro pediu ajuda ao Papa Francisco contra a condenação à morte do brasileiro. “Fiz chegar à representação da Santa Sé no Brasil um pequeno dossiê sobre o caso e me foi assegurado que isso seria enviado à Secretaria de Estado do Vaticano para que sua Santidade pudesse interceder em favor de uma atitude de clemência do governo indonésio”, disse.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou uma carta ao chefe do Ministério Público da Indonésia para pedir que o governo daquele país adie por oito semanas a execução do brasileiro Marco Archer, condenado à morte por tráfico de drogas.

Segundo a PGR, o adiamento por oito semanas daria ao Ministério Público do Brasil e ao da Indonésia um tempo mínimo para tentar uma cooperação entre os dois países que alivie a situação dos brasileiros e também leve a um acordo mais amplo para solução de futuros casos semelhantes.

Marco dentro da cadeia na Indonésia (Foto: Rogério Paez / Arquivo pessoal)Marco Archer dentro da cadeia na Indonésia (Foto: Rogério Paez/Arquivo pessoal)

Publicações Relacionadas

2 Responses to Família faz última visita a brasileiro que será executado na Indonésia

  1. marlui disse:

    NINGUEM PODE TIRAR A VIDA DE UM SER HUMANO.
    ABSURDO ISSO.

  2. Valdir Tavares disse:

    vc já se perguntou quantas vidas de inocentes este rapaz já tirou. quantas familias ele levou a infelicidade. já se perguntou o que vc faria se ele tirasse a vida de um familiar seu. acho que devemos ser mais consequentes ao opinar. eu me sinto menos entristecido dele ter sido executado do que uma série de pessoas inocentes morrendo de diversas formas no brasil como por exemplo de fome. vc já pensou o que é morrer de fome quando tem tanta comida se estragando. ou morrendo por uma overdose de uma droga comprada do próprio Marco Archer. não sei não, minha opinião, enquanto nosso país não fizer cumprir a lei e não dar privilégios a politicos e empresários estaremos fadados a ver nossos filhos serem penalizados pelo sistema corrupto que temos. NECESSITAMOS QUE A JUSTIÇA SEJA CUMPRIDA. NÃO PODEMOS ACEITAR QUE TENHAMOS BANDIDOS ASSUMINDO FUNÇÕES DE CHEFE. QUE JUÍZES CORRUPTOS TENHAM CAPACIDADE DE JULGAR, QUE COLEGAS DE TRABALHO SEJAM BENEFICIADOS PELO SISTEMA PORQUE SÃO APADRINHADOS. E POR AI ADIANTE. VAMOS FAZER UM EXERCÍCIO : PENSE BEM O QUE VC QUER PARA SEUS FILHOS E SUA FAMILIA. ENTÃO RESPONDA “VC GOSTARIA QUE ELES FOSSEM PENALIZADOS POR ALGO QUE NÃO COMETERAM?”
    OBSERVE que não é o caso do Marco Archer .
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Rondônia Manchete
www.rondoniamanchete.com.br