ARIQUEMES: Suspeito de ter matado Maffini é preso pela Polícia Civil

nov 17 • Destaque, Polícia • 949 Visualizações • Nenhum comentário em ARIQUEMES: Suspeito de ter matado Maffini é preso pela Polícia Civil

Em um belíssimo trabalho coordenado pelo Delegado Regional de Polícia Civil Dr. Renato Morari, Delegados de Polícia Civil Dr. Ricardo Rodrigues e Dr. Vinícius Bastos, juntamente com a equipe da “Homicídios” e da 1ª Delegacia Geral de Polícia Civil resultou na prisão de Joel Severino Soares, 30 anos, suspeito de ter executado Verginio Pedro Maffini. O ato se deu emcumprimento ao Mandado de Prisão sob N° 0017101-70.2014.8.22.0002, expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes, proferido pelo Juiz de Direito Titular Dr. Juiz Alex Balmant, onde na manhã desta segunda-feira, 17/11 por volta das 03h00m, as equipes se deslocaram até uma fazenda localizada na Linha C-85 na RO-257, Zona Rural de Ariquemes, próximo a Rio Crespo, onde segundo as investigações no local estaria o suspeito. Os Policiais Civis realizaram o cerco na residência e quando Joel saiu do interior da casa, se deparou com a Polícia. Os Civis deram voz de prisão a Joel que foi informado referente a suspeita do crime. Segundo Delegado de Polícia Dr. Ricardo Rodrigues em entrevista à TV do Povo – Canal 35, relatou que enquanto Joel era conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes o mesmo confessou ter efetuado o crime e disse que o motivo seria tráfico de drogas. Segundo Joel, Maffini e Beiçola seriam rivais no tráfico de drogas e entre eles havia uma rixa. O crime de Homicídio aconteceu em uma empresa especializada em venda de veículos por volta das 11h30m, de uma terça-feira, 16/09, quando Joel chegou ao local em uma motocicleta, momento em que se aproximou e executou Maffini com tiros a queima roupa. Após o ato Joel fugiu do local tomando rumo ignorado. As investigações apontaram que Thiago José de Freitas, vulgo “Ciri” havia sido o mandante do crime, sendo que no dia do fato teria pegado a motocicleta de sua namorada Simone e emprestado a Joel que foi o atirador. Enquanto Joel executava Maffini, Marlon Ananias Soares, vulgo “Beiçola” e Alisson Ianes Alves de Lima, vulgo “Charopinho” acompanhavam o crime no interior de um veículo da marca Chevrolet, modelo S10 de cor preta. Circuitos de câmeras mostram o exato momento em que a caminhonete passou no local após o crime. Beiçola, Charopinho e Joel foram até a empresa de Simone de Azevedo Stelmamastchuk onde se reuniram para comemorar e ver as imagens do crime. Três dias após o crime, já na sexta-feira, 19/09, a Polícia Civil deu fiel cumprimento a dois Mandados de Prisão em desfavor de Alisson Ianes Alves de Lima, vulgo “Charopinho” e Thiago José de Freitas, vulgo “Ciri”. O Mandado de Prisão de Joel Severino Soares foi dado cumprimento nesta segunda-feira, 17/11, contudo Simone e seu namorado Beiçola estão foragidos desde então. A motivação do crime ainda está sendo levantada, sendo que as primeiras informações dariam conta que seria devido a uma briga causada por cheque sem fundo e outras informações apontam que a motivação seria tráfico de drogas. O Polícia Civil continua investigando o caso para que todos os envolvidos sejam presos. A foto abaixo é de Marlon Ananias Soares, vulgo “Beiçola” e sua namorada Simone de Azevedo Stelmamastchuk que estão foragidos. Quem tiver qualquer informação referente ao paradeiro dos elementos pode ligar para a Polícia Civil no telefone de emergência 197 ou 3535-3510, ou ainda no número funcional 190 da Polícia Militar, de forma anônima, que contribuirá com a conclusão do caso.

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »