ARIQUEMES: Polícia Civil esclarece homicídio acontecido em Rio Crespo e o motivo foi traição

out 3 • Destaque, Polícia • 1932 Visualizações • Nenhum comentário em ARIQUEMES: Polícia Civil esclarece homicídio acontecido em Rio Crespo e o motivo foi traição

Na manhã desta sexta-feira, 03/10, o crime de homicídio que vitimou Clécio Pereira acontecido na Zona Rural do município de Rio Crespo foi esclarecido. Egnaldo Santos Inácio vulgo “Naldo” assumiu ser o autor do homicídio que foi motivado por ciúmes da mulher e uma suposta traição. Segundo esclarecimentos do criminoso, ele e Clécio eram amigos e dias antes do crime, teria descoberto que a vítima estava interessada em sua esposa e teria investido contra a mesma.

Naldo se sentiu traído pelo amigo e enfurecido resolveu dar fim a vida de Clécio. Na noite do dia 25/09, quinta-feira, Naldo se escondeu em um matagal localizado na Linha C-90 e esperava pela vítima. Quando Clécio passou pela linha, Naldo não hesitou e de posse de uma espingarda calibre .20 executou a vítima. Horas mais tarde, um senhor que voltava de um culto, viu o corpo de Clécio caído próximo a uma motoneta e acionou a Polícia Militar. Dias após o crime, Naldo desapareceu da cidade, deixando suspeitas de ter efetuado o crime. No dia 29/10 a Polícia Civil trabalhava para esclarecer o crime, quando se deslocou até uma fazenda localizada na Zona Rural de Ariquemes para colher informações do sogro do suspeito. Ao perceber a aproximação dos policiais na propriedade, Naldo tentou fugir pelo pasto, tentativa esta que foi frustrada pela Polícia Civil que o perseguiu e capturou.

Na propriedade de seu sogro, Naldo estava de posse de uma arma de fogo tipo pistola. Diante dos fatos foi expedido um Mandado de Prisão Preventivo em desfavor do mesmo pela posse ilegal da arma e suspeita do crime de homicídio. Na Delegacia de Polícia Civil Naldo em todo momento negava o crime dizendo ser inocente. Na manhã desta sexta-feira, 03/10, o criminoso desistiu de negar sua culpa na autoria do crime e assumiu ter efetuado o homicídio. De posse desta confissão, Naldo levou os Policiais até o local onde Clécio foi morto e localizou a arma de fogo utilizada no crime. Diante de tais fatos, Egnaldo foi encaminhado a Casa de Detenção de Ariquemes, onde aguardará o julgamento que determinará sua pena.

 

Fonte:Ariquemes 190

 

naldo naldo01 naldo02

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »